cs lewis

Livros de C. S. Lewis: 16 melhores obras teológicas e filosóficas do autor

Por ser um grande estudioso do cristianismo, grande parte de suas criações literárias mais influentes são focadas na religiosidade, tendo publicado várias obras desse gênero que hoje são conhecidas e estudadas no mundo todo. Por isso, neste artigo, queremos te apresentar uma lista contendo 16 dos melhores livros de C. S. Lewis. 

Clives Staples Lewis é um dos grandes nomes da literatura do século passado. Um escritor eclético que se aventurou por vários gêneros — entre eles estão ficção científica, obras religiosas e ficção fantástica. Aliás, apesar de ter feito muito sucesso em todos os segmentos aos quais se comprometeu, foi através do gênero fantasia que se tornou um dos autores mais conhecidos do mundo. Seu clássico dos anos 50, As Crônicas de Nárnia, vem atravessando gerações sem perder o sabor.

No entanto, se trata de uma personalidade religiosa, que, mesmo nas obras onde o cristianismo não é o foco, podemos observar as fortes referências cristãs. É o caso de As Crônicas de Nárnia, que traz, explicitamente, referências bíblicas. Basta observar o leão Aslam, que se entrega para a feiticeira em sacrifício e depois ressuscita.

Lewis é um irlandês teólogo, professor universitário, escritor, poeta, romancista, crítico literário, que frequentou as universidades de Oxford e de Cambridge como aluno e como professor. Portanto, tenha certeza de que se trata de uma mente que tinha muito conhecimento religioso, e que sabia como desenvolver livros capazes de cativar, ensinar e apaixonar os leitores.

Confira abaixo os melhores livros teológicos e filosóficos de C.S. Lewis.

1 – Cristianismo Puro e Simples

Cristianismo Puro e Simples livros de cs lewis

Por ser um grande estudioso e referência no assunto da fé cristã, em um período calamitoso da história do mundo — durante a Segunda Guerra Mundial —, Lewis foi chamado pela BBC para dar uma série de palestras explicando, de maneira simples e clara, o cristianismo.

O Cristianismo Puro e Simples é um dos melhores livros de C. S. Lewis composto por ideias que ele expressou em suas palestras, organizando-as e compactando-as em um livro, que viria a se tornar uma das maiores obras teológicas já publicadas.

Nessa criação literária do autor, ele apresenta os aspectos principais da visão cristã, que atingem o leitor numa forma simples, mas que, gradativamente, vai se aprofundando e gerando reflexões filosóficas interessantes.

2 – Cartas de Um Diabo a Seu Aprendiz

Cartas de Um Diabo a Seu Aprendiz  livros de cs lewis

Cartas de Um Diabo a Seu Aprendiz é um dos livros de C. S. Lewis conhecido por ser satírico e bem humorado, mas que apresenta um tema sério do ponto de vista do cristianismo: a tentação dos demônios para com os homens.

De maneira irônica, trevosa e cômica, Lewis apresenta, através das cartas de um coisa-ruim a seu aprendiz, as possíveis artimanhas utilizadas pelo Diabo para desviar os seres humanos do caminho da verdade.

Esse clássico da literatura é uma narrativa extremamente envolvente e que vem divertindo muitos leitores cristãos ao redor do mundo, ao mesmo tempo que excita reflexões importantes sobre a fé, sobre a vida, sobre o cristianismo…

3 – A Abolição do Homem

A Abolição do Homem livros de cs lewis

Em A Abolição do Homem, Lewis visa combater o relativismo — ausência de definição de uma verdade que se aplique a todos — defendendo a existência de valores morais absolutos como altruísmo, amor, compaixão e caridade. Além disso, ele destaca quais seriam as consequências de um eventual desaparecimento desses princípios.

Em mais um dos melhores livros de C. S. Lewis com o tema teológico, a aceitação definitiva de um pensamento relativista seria equivalente a abolição do próprio ser humano, e, com argumentos embasados e profundos, ele orienta os leitores a não se renderem a esse tipo de pensamento.

4 – Os Quatro Amores

os quatro amores

Em Os Quatro Amores, esse renomado autor traz uma visão bem original e profunda sobre o amor, que, segundo ele, é comumente tratado de forma supérflua na sociedade.

Lewis contempla a essência de um dos sentimentos mais bonitos que existem. Para ele, o amor é expressado através de 4 tipos de sentimentos diferentes: afeição, maneira mais básica de amar; amizade, o tipo mais raro de amor; eros, o amor expressado pela paixão; caridade, o mais puro e menos egoísta.

O foco desse livro é o amor, mas como lembra o autor, foi por amor que Deus fez existir criaturas inteiramente supérfluas, somente a fim de poder amá-las e aperfeiçoá-las, ou seja, o componente espiritual também é encontrado nessa obra.

5 – O Peso da Glória

O Peso da Glória

O Peso da Glória é uma coletânea, um compilado que contém 9 sermões dados pelo autor no período da Segunda Guerra Mundial. Considerada por muitos como um dos mais comoventes livros de C. S. Lewis, essa obra aborda temas como Deus, o cristianismo, o ser humano e a natureza.

Como marca registrada desse grande autor, a simplicidade que, normalmente, observamos nas criações dele está presente no livro. Contudo, contém uma profundidade incrível nas ideias apresentadas.

6 – A Última Noite do Mundo

A Última Noite do Mundo

A Última Noite do Mundo é uma coletânea de C. S. Lewis que contém 7 ensaios enriquecedores em termos de filosofia cristã, pois aborda questões religiosas complexas e intrigantes de maneira muito peculiar. Aliás, entre outros assuntos cativantes, o autor expressa seus pensamentos a respeito da possibilidade de haver, ou não, vida fora da Terra.

A Última Noite do Mundo, que dá nome a um dos principais livros de C. S. Lewis, é um dos ensaios chave contidos nesta coletânea. Nesta obra, o autor lida com a questão da volta de Jesus, de maneira muito inteligente e com características marcantes do autor.

7 – Deus no Banco dos Réus

Deus no Banco dos Réus

Deus no Banco dos Réus é mais um dos livros de C. S. Lewis que traz ensaios que foram projetados para atender a uma série de necessidades e ilustrar as diferentes formas como somos capazes de ver a religião cristã.

Os textos vão desde artigos relativamente populares escritos para jornais até trabalhos mais complexos e detalhados em defesa da fé.

8 – Sobre Histórias 

Sobre Histórias

Esta é mais um dos livros de C. S. Lewis que traz uma coletânea com inúmeros trabalhos literários dos mais diversos tipos: ensaios, artigos, resenhas críticas, tributos, entre outros…

Sobre Histórias focaliza um outro lado de Lewis: o de brilhante personagem acadêmico, professor de Literatura na Universidade de Oxford, onde ficou conhecido por suas visões e ideias profundas sobre assuntos teóricos da literatura.

10 – Como Ser Cristão

 como Ser Cristão

Este livro de C. S. Lewis é uma coletânea instigante e brilhante que tem potencial para transferir muito conhecimento religioso, dando um direcionamento para os devotos da fé cristã.

Mesmo depois de muitos anos da sua morte, em Como Ser Cristão, os argumentos do autor continuam bem atuais. Tais ideias de argumentação só poderiam ter sido elaboradas por uma mente extremamente intelectual que viveu intensamente o cristianismo.

>>> Veja também: 12 dicas de Livros Evangélicos para complementar seus estudos religiosos

11 – Reflexões Cristãs

Reflexões Cristãs

Reflexões Cristãs é um livro que agrupa várias ideias que foram expressadas por C. S. Lewis. Esta obra comporta reflexões expressadas por ele durante toda sua carreira.

Dissertações e investigações sobre diversos temas e aspectos que têm potencial de gerar grandes discussões filosóficas: cultura, ética, literatura, música, práticas devocionais… Tudo desenvolvido sem deixar faltar as características inconfundíveis e apaixonantes do autor Irlandês.

Mais uma vez, Lewis mostra que é portador de uma teologia poderosa, coerente entre todas as perspectivas e com uma base sólida e convicta de valores.

12 – Cartas a Malcolm

Cartas a Malcolm

Em Cartas a Malcolm, Lewis investiga o papel da oração em comunidade e na liturgia do culto, abordando também os aspectos práticos e metafísicos da oração em particular, da oração como adoração, da oração como penitência, e discute esses e diversos outros assuntos com sua ternura característica e sagacidade.

Os leitores serão desafiados a revisitar o poder da oração em todas as esferas da vida, pois “não temos atividades não religiosas”, escreve ele, “somente religiosas e irreligiosas”.

13 – O Problema da Dor

O Problema da Dor

“Se Deus é bom e Todo-poderoso, por que ele permite que suas criaturas sofram?”. Em O Problema da Dor, é um dos livros de C. S. Lewis com um dos temas mais polêmicos a respeito da discussão sobre a vida e a fé.

Nesta obra, o autor aborda temas que afligem pensadores de todas as gerações. E, sabendo da delicadeza desses assuntos, o escritor usa da sua empatia e sabedoria, transmitindo um ar de esperança, pois sabe que nem a pessoa mais intelectual desse mundo pode chegar a uma conclusão definitiva sobre tais coisas, através, apenas, de processos lógicos e racionais.

14 – O Grande Divórcio

O Grande Divórcio

Uma viagem do Inferno até o Céu. O Grande Divórcio é um dos maiores clássico de Lewis que, passadas várias décadas, ainda não perdeu seu valor, como é o caso de diversos outros trabalhos do escritor.

Através de uma narrativa criativa, Lewis apresenta uma meditação original e incrível a respeito do bem e do mal, a respeito da graça e do julgamento. Se insistirmos em manter o Inferno (ou mesmo a terra), não veremos o Céu; se aceitarmos o Céu, não seremos capazes de reter nem mesmo as menores e mais íntimas lembranças do Inferno.

15 – Milagres

Milagres

Neste livro, C. S. Lewis, com sua sagacidade e lucidez, discorre sobre o tema do sobrenatural. O autor, de maneira muito inteligente, desafia céticos, naturalistas, racionalistas e deístas a refletir sobre a existência de eventos sobrenaturais (milagres), convidando-os a analisar esse assunto a partir de seus próprios fundamentos.

16 – Surpreendido pela Alegria 

Surpreendido pela Alegria 

No quesito inspiração, talvez esse seja um dos melhores livros teológicos de C. S. Lewis para se ler. Surpreendido pela Alegria é uma autobiografia de um dos autores de obras cristãs mais influentes de todos os tempos.

Nesta obra, o escritor, através de sua escrita objetiva e envolvente, conta toda sua jornada em direção a Deus, visando demonstrar sua trajetória até a sua conversão. Um relato que passa por momentos de toda sua vida, desde quando era criança até seus últimos estudos.

Ao ler este livro, podemos observar a personalidade racional de Lewis, que, mesmo assim, se rendeu à fé cristã.

Desfecho

Gostou do artigo? O que achou dos livros de C. S. Lewis que foram apresentados aqui? Qual obra mais você acha que deveria estar nesta lista? Compartilhe com seus amigos leitores, pois as obras desse ilustre autor têm potencial para fazer grande diferença na vida de uma pessoa.

Gostou de conhecer os melhores livros de C. S. Lewis? Veja outros posts recentes do blog!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.