trilogia sprawl ordem

Trilogia Sprawl: Conheça a ordem dos livros que inspiraram o filme Matrix

Chegou nos cinemas brasileiros a obra Matrix Resurrections que estrela Keanu Reeves como NEO. A série de filmes, sucesso estrondoso de bilheteria, dispensa apresentações. Porém o que muitos não sabem é que os livros da Trilogia Sprawl, de William Gibson, é que inspiraram as irmãs Wachowski na produção de Matrix. 

Essas obras são as precursoras do Cyberpunk. Somos apresentados a conceitos do que conhecemos atualmente como internet e o termo cyberspace. Além, claro, da própria Matrix, narrada dos livros. 

Na ordem dos livros da Trilogia Sprawl (Neuromancer, Count Zero e Monalisa Overdrive) você encontrará diversas histórias simultâneas que podem lhe confundir no início e uma leitura levemente truncada. Depois que você se adapta à narrativa (digamos lá pelo terceiro ou quarto capítulo do primeiro livro), as coisas aos poucos começam a fazer mais sentido e você realmente se envolve na história. É um tipo de obra clássica que você não pode deixar de conhecer. 

Esta obra distópica, publicada em 1984, antevê, de modo muito preciso, vários aspectos fundamentais da sociedade atual e de sua relação com a tecnologia. Foi o primeiro livro a ganhar a chamada “tríplice coroa da ficção científica”: os prestigiados prêmios Hugo, Nebula e Philip K. Dick. Neuromancer, o primeiro livro da Trilogia Spraw, vendeu mais de 30 mil cópias apenas no Brasil. 

Abaixo, vamos conhecer um pouco mais sobre cada uma das obras e a ordem dos livros da Trilogia Sprawl. 

Ordem dos Livros da Trilogia Sprawl

Neuromancer

Neuromancer

No primeiro volume da ordem dos livros da Trilogia Sprawl, acompanhamos a história de Case, um cowboy do ciberespaço e hacker da Matrix. Em determinado momento da trama, ele é pego tentando enganar seus patrões e, a partir daí, passa a não conseguir mais se conectar ao mundo virtual. 

Agora o que sobra para Case é vagar pelos subúrbios e cometer pequenos delitos para tentar sobreviver (em um cenário que lembra completamente Blade Runner – Androides sonham com ovelhas elétricos). 

Com o passar da leitura, diversos personagens interessantes são introduzidos na trama (Molly, Armitage, Wintermute). Aqui é importante ressaltar que, assim como Case foi utilizado para inspirar o personagem Neo, a personagem Molly (uma mercenária que resgata nosso protagonista) foi utilizada como inspiração para Trinity. Já Wintermute é uma das inteligências artificiais desse mundo, que busca utilizar Case, Trinity e outros personagens para tentar derrubar a sua arqui inimiga Rio, gêmea de Wintermute, também conhecida como Neuromancer. 

Como falei na introdução, muitas vezes as idas e vindas dos personagens para o mundo da Matrix podem deixar a leitura um pouco confusa, mas uma vez que você se adapta ao que está acontecendo, fica mais fácil de acompanhar. 

Count Zero

Count Zero

O segundo volume da ordem dos livros da Trilogia Sprawl se passam sete anos após os eventos narrados em Neuromancer. Agora, a Matrix se estende sobre a Terra, envolvendo pessoas, empresas e informações. 

Sem qualquer controle, inúmeras Inteligências Artificiais se proliferam e se tornam sencientes. Elas interagem com a humanidade e ameaçam a segurança de indivíduos e de grandes corporações. Nesse cenário frenético e super conectado, uma guerra está prestes a começar. 

Duas poderosas corporações multinacionais, Maas Biolabs e Hosaka, travam uma guerra pelo controle de uma nova tecnologia, o biochip. Para isso utilizam todos os métodos possíveis de espionagem, desde Hackers até violentos mercenários.Acompanhamos esse pano de fundo sob 3 histórias distintas envolvendo os protagonistas Turner, Marly Krushkhova e Bobby Newmark (o Count Zero). 

Turner é um mercenário, Bobby é um hacker e Marly uma ex-curadora de arte que caiu em desgraça após vender uma obra de arte falsa como se fosse verdadeira. Os três são envolvidos por Joseph Virek em uma missão que visa a capturar o biosoftware que poderá deixá-lo imortal. 

Monalisa Overdrive

Monalisa Overdrive

Monalisa Overdrive é o terceiro volume da ordem dos livros da Trilogia Sprawl.

Chegamos ao derradeiro fim dos eventos iniciados em Neuromancer. Agora a utilização do ciberespaço evoluiu de tal modo que as inteligências artificiais atingiram a autoconsciência. Elas já se libertaram do controle humano e assombram a Matrix. 

Nesse pano de fundo conheceremos Mona, uma jovem prostituta, Angie, popstar que se conecta ao ciberespaço sem a necessidade de nenhum dispositivo e Kumiko, um jovem que fugiu de uma guerra de gangues.

Gostou de conhecer a ordem dos livros da Trilogia Sprawl? Veja outros posts recentes do blog!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.