as brumas de avalon ordem dos livros

Qual a Ordem dos livros de As Brumas de Avalon?

A história atemporal do Rei Arthur contada pela ótica feminina. É assim que a autora conduz a ordem dos livros de As Brumas de Avalon, um clássico de 1979. São 4 volumes que narram a história de Morgana e outras mulheres fortes, lutando para tornar a Grã-Bretanha um país de religião livre. 

Por isso, se você é fã de clássicos de ficção e gosta de magia e títulos medievais, vai adorar essa série. Portanto, criamos um post para te contar um pouquinho mais sobre cada livro. Se ficou curioso e quer saber mais sobre a temática da série, é só continuar com a gente que vamos te contar tudo. 

O que veremos em As brumas de Avalon?

De maneira geral, o livro conta a história do Rei Arthur e sua jornada, sob a perspectiva das mulheres. Assim, para quem já conhece o conto do menino que tira Excalibur da pedra e se torna rei, dessa vez ele é o coadjuvante. Na ordem dos livros de As Brumas de Avalon, toda a perspectiva é dos personagens femininos. 

Os primeiros livros contam a história de Morgana, irmã do futuro Rei Arthur, e sua luta para que as tradições religiosas permaneçam no país. Assim, desde bebê ela nasceu com o propósito de não permitir que a magia se acabasse por conta do cristianismo, ficando muitas vezes em conflito por conta disso. 

Além dela, temos nos livros seguintes o seu oposto: Guinevere (Gwenhwyfar) que é a cristã que vê pecado em praticamente tudo. A dualidade entre as duas é ponto central de várias passagens do livro. Vemos também como o fanatismo religioso beira a loucura e quase sempre conduz os personagens ao desastre. 

Dessa maneira, a autora cria um universo de personagens incríveis para trazer um outro ponto de vista sobre a divergência entre os cristãos e os pagãos. Além disso, o papel das mulheres nesse conflito, que realmente eram as detentoras do poder (vemos muito isso no cabo de guerra por Arthur, entre Morgana e Gwenhwyfar). 

Qual a ordem dos livros de As brumas de Avalon? 

Ao todo, a autora escreveu quatro livros de história contínua, que narram os acontecimentos seguindo a cronologia do desenvolvimento de Morgana. Assim, começaram a ser publicados de 1979 até 1982.

Cada livro tem mais ou menos 1000 páginas recheadas de passagens emblemáticas e momentos marcantes. Se você quiser saber um pouco mais sobre o que te aguarda em cada volume, é só continuar lendo os próximos tópicos. Aqui a gente faz o serviço completo e já te passa um resumo de cada um deles. Uma outra dica é que além da história separada em volumes publicada pela editora Imago, você também pode optar por ler todas elas em volume único publicada pela editora Planeta Livros Brasil, cuja edição estampa esse post.

A Senhora da Magia

as brumas de avalon a senhora da magia

O primeiro volume da ordem de livros de As Brumas de Avalon é uma contextualização do momento e modo de vida das mulheres na época. Começamos conhecendo Igraine, uma jovem pagã que é obrigada a casar com o Duque da Cornualha, Gorlois. Acontece que o Duque é cristão e a gente se vê imerso no mundo de submissão que ele proporciona à Igraine. 

Então, Merlin (ele mesmo, o mago) e a irmã de Igraine, Viviane (uma sacerdotisa pagã), revelam que o destino da jovem é casar com Uther Pendragon e ter um filho que salvaria toda a Bretanha. Aí é onde a coisa começa a ficar quente, meu amigo. Vemos o conflito de Igraine em relação a trair o marido, porém lembrando sempre do compromisso com Avalon.

Acontece que não dá para correr do destino, e Igraine acaba mesmo casando com Uther Pendragon e dando a luz à Arthur. Depois, o livro foca na criação de Morgana, que foi levada pela tia para aprender a ser uma sacerdotisa. 

Os acontecimentos aqui são bem frenéticos, o livro finaliza com a criação da Távola Redonda, e o aparecimento de personagens importantes como Lancelot e Guinevere (Gwenhwyfar). Contudo, sem mais spoilers! Você pode ver o que rolou no final do primeiro livro incluindo esse título já na sua lista de leituras. 

A Grande Rainha

a grande rainha avalon

No segundo volume da ordem dos livros de As Brumas de Avalon podemos ver o desenvolvimento da luta religiosa. O contexto da briga entre cristãos e pagãos é amplamente explorado neste segundo livro, com várias passagens sangrentas e de ação, deixando bem claro o porquê do conflito. 

Assim, a autora consegue explorar a temática, mas com a delicadeza de não saturar o tema. Também deixa muito claro o papel da igreja no estado da época, e a intenção de soterrar os ideais pagãos. No final das contas, as mulheres da trama acabam percebendo que ter o rei nas mãos, é ter o poder de direcionar esse conflito. 

Nesse volume também começamos a personificar a dualidade religiosa através de Morgana e Guinevere, e vemos o crescimento das personagens. Quanto à Morgana, se torna uma mulher de colocar o queixo caído. Já Guinevere, de cabide no canto da sala, ela passa a se tornar também uma mulher forte, que influencia e muito Arthur (boatos que para o mal). 

O livro termina com Guinevere traindo Morgane e arrumando um casamento para afastá-la de Avalon. Com certeza, ela não iria deixar isso barato e você pode esperar muita briga entre as duas no terceiro livro. Se quiser saber como foi que Morgana reagiu, é só começar a leitura desse clássico. 

O Gamo-Rei

brumas de avalon o gamo rei

No terceiro volume da ordem dos livros de As Brumas de Avalon o bicho continua pegando. Assim, Arthur já está coroado rei e a esposa Guinevere continua no pescoço do coitado para que ele continue leal à igreja cristã. Sem dúvidas, essa é a personagem que nos leva do amor ao ódio em questão de uma página. 

Depois de Guinevere ter traído Morgana, a nossa sacerdotisa favorita sente a necessidade de voltar a Avalon. No segundo livro, ela fica um pouco distante, mas no terceiro ela volta com tudo para cumprir seu destino, fortalecendo a causa de Avalon contra os cristãos. 

Como não deixaria de ser, Morgana planeja uma vingança contra a rainha Guinevere,usando Lancelot. Aí o que já não estava bom, piora de vez. Sem dúvidas, em termos de intensidade dos acontecimentos, o livro três é o campeão. Ele tem um ritmo mais acelerado do que os outros, e cada hora um acontecimento te surpreende. 

O Prisioneiro da Árvore 

o prisioneiro da árvore

O título final da ordem de livros de As Brumas de Avalon traz o destino de todos os personagens que acompanhamos durante os outros três livros. Sem dúvidas, é uma narrativa que te coloca no momento mais reflexivo. Você sabe que alguns acontecimentos são necessários, mas não deixa de se surpreender com eles. 

No final (que eu vou te deixar descobrir por si só), existe uma grande reflexão sobre a necessidade de toda a guerra entre pagãos e cristãos. Você vai encontrar traições, revelações, muitos planos de tomada do poder e sequências de ação descritas com maestria.

Mas afinal, a série é boa mesmo?

Não é à toa que a ordem dos livros de As Brumas de Avalon é um clássico, e atemporal. Apesar da autora não imergir totalmente na linguagem épica, a caracterização e a construção dos personagens compensa, e muito. Os livros não tem um ritmo tão acelerado, mas a leitura é consistente e chama a atenção. 

Além disso, o uso de ganchos entre os volumes funcionou muito bem, e faz você querer passar para o próximo livro o mais rápido possível. Uma das coisas mais incríveis sobre essa série é o processo de construção e mudança dos personagens. Então, você realmente acompanha o crescimento deles e a inserção dentro da trama não é forçada. 

Dessa maneira, a gente consegue perceber com nitidez as dualidades que foram inseridas nos livros através das personas de cada um. Então, vemos quedas e ascensões que formam o caráter desses personagens. Com certeza você vai torcer, se emocionar, sentir raiva e ficar vidrado nessa série incrível e atemporal. 

Porém, se você já terminou de ler a ordem dos livros de As Brumas de Avalon e quer mais sugestões, a gente te mostra. Aqui no blog temos vários outros artigos sobre livros épicos, que você vai adorar conhecer. Portanto, fique sempre por dentro das novidades no mundo dos livros, acompanhando nossos posts!

Marion Zimmer Bradley

A polêmica autora já falecida, Marion Zimmer Bradley é conhecida pelos sucesso na área de livros de ficção. Assim, além dos quatro volumes de As Brumas de Avalon, ela também escreveu o sucesso Darkover. Era uma grande defensora dos direitos femininos, e fazia questão de imprimir isso nos livros que escreveu. 

Porém, Marion é uma figura controversa que ainda levanta polêmicas no mundo literário. Foi acusada em 2014 por uma série de crimes, e as vendas de seus livros passaram a destinar fundos para instituições de apoio a crianças.

Vários especialistas afirmam que é possível separar o autor da obra, e usam essa narrativa aliada aos títulos para discutir temas importantes. Contudo, é um fato que As Brumas de Avalon são um clássico incrível, sobrevivendo inclusive às polêmicas com o nome da autora. 

Gostou de conhecer a ordem dos livros de As Brumas de Avalon? Veja outros posts recentes do blog!

Crédito de foto: Planeta de Livros Brasil

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.