ficcao cientifica livros

Top 7 Livros de Ficção Científica Que Eu Recomendo Para 2024

É, amigos… Já são mais de 5 anos nessa jornada aqui do site e todos os anos eu me pergunto a melhor maneira de fazer com que as nossas listas de recomendações continuem relevantes e atualizadas. Nesse ano, tive uma ideia meio diferente: ao contrário dos outros anos em que eu listava os melhores livros de ficção científica que marcaram época, agora, resolvi adotar um caráter mais pessoal à lista: mencionando as obras que mais me marcaram recentemente, e deixando de lado um pouco os clássicos.

Também resolvi seguir o conselho de uma seguidora lá do nosso Canal do Youtube, no nosso vídeo de livros para ler em 2024, em que dizia assim: “Finalmente alguém com uma lista pequena. Eu também só coloquei 7 livros como prioridade, 12 é muita pressão ! 😂😂😂(lá no YouTube rola uma trend de 12 livros para o ano, todos os anos).

Dessa forma, resolvi que iria diminuir a lista, a fim de retirar toda a pressão de quem quer ter boas leituras esse ano!

Pra quem ainda tem dúvidas sobre o que é uma obra deste gênero: os livros de ficção científica são uma categoria literária que abrangem histórias que exploram conceitos e cenários baseados em avanços científicos e tecnológicos, reais ou imaginários. Essas narrativas muitas vezes acontecem em mundos futuros ou distantes, envolvendo viagens espaciais, civilizações alienígenas, robôs, inteligência artificial, viagens no tempo, distopias e muito mais.

Vem comigo, abaixo, explorar o universo literário da ficção científica.

➜ Caso esteja gostando do texto, também convido para se inscrever nas nossas redes sociais, Canal do Youtube, Instagram e Canal do Telegram, para acompanhar textos como esse em primeira mão.

1 – Duna (Frank Herbert)

Classificação:

duna: melhor livro de ficção científica

Duna é uma obra-prima da ficção científica escrita por Frank Herbert e publicada pela em 1965. Esse é, indiscutivelmente, um livro de ficção científica inesquecível – e já falei várias vezes como é meu livro favorito do último ano (não só no gênero, mas em toda a literatura).

Este épico sci-fi é ambientado em um futuro distante, onde famílias nobres competem pelo controle do deserto planeta Arrakis, o único planeta em que é possível encontrar a substância mais valiosa do universo, a “especia”.

O enredo gira em torno de Paul Atreides, membro da Casa Atreides, que se torna o líder relutante de Arrakis. O livro explora temas como política, religião, ecologia e poder, criando um universo vasto e complexo. Herbert desenvolveu uma mitologia rica, introduzindo conceitos como Bene Gesserit, Mentats, Navegadores da Guilda, e os misteriosos Vermes da Areia.

Duna destaca-se não apenas pela trama envolvente, mas também pela construção cuidadosa do mundo, incluindo detalhes sobre a ecologia única de Arrakis e a cultura complexa das diferentes Casas. A obra de Herbert influenciou significativamente a ficção científica, inspirando outros autores e contribuindo para a expansão do gênero.

Ao longo dos anos, Duna tornou-se uma série extensa, com vários livros escritos por Frank Herbert. Posteriormente, seu filho Brian Herbert e o coautor Kevin J. Anderson continuaram a expandir este universo. A adaptação cinematográfica dirigida por Denis Villeneuve, lançada em 2021 (e o volume 2 agora em 2024), trouxe, portanto, uma nova geração de espectadores para este universo, mantendo viva a influência duradoura desta obra-prima da ficção científica.

2 – A Trilogia Star Wars (George Lucas)

Classificação:

trilogia star wars ficcao cientifica

A edição da DarkSide® Books da Trilogia Star Wars apresenta-se como uma obra que transcende a simples adaptação literária de uma série icônica de filmes. Essa edição se destaca pela capa detalha em dourado, toda em couro, dando um toque de sofisticação digno no Universo de Star Wars. As próprias páginas de guarda não são apenas páginas, mas um espetáculo à parte: Elas brilham no escuro, tal qual sabres de luz.

Aqui temos toda a história que nos apaixonamos na trilogia original, correspondente aos filmes Uma Nova Esperança, O Império Contra-ataca e O Retorno do Jedi.

A narrativa em si é uma adaptação dos roteiros originais dos filmes, escrita por autores renomados como Alan Dean Foster, Donald F. Glut, James Kahn e do próprio George Lucas, trazendo uma compreensão mais profunda dos personagens e eventos que moldaram o universo Star Wars.

3 – Flores Para Algernon (Daniel Keyes)

Classificação:

flores para algernon

Flores para Algernon é um livro de ficção científica escrito por Daniel Keyes. Originalmente uma história curta publicada em 1959, o autor expandiu-a para um romance em 1966. A narrativa é apresentada em forma de diário em primeira pessoa e é uma poderosa exploração das complexidades da inteligência, empatia e ética. Além disso, é uma obra de perder o fôlego!

A história gira em torno de Charlie Gordon, um homem com deficiência intelectual que é selecionado para um experimento cirúrgico para aumentar sua inteligência. O experimento foi previamente realizado com sucesso em Algernon, um rato de laboratório, e agora é a vez de Charlie. À medida que a inteligência de Charlie se expande, o livro explora as implicações emocionais e éticas dessa transformação.

Ao longo do livro, Charlie documenta suas experiências, reflexões e mudanças em sua vida. O leitor testemunha não apenas o aumento da inteligência de Charlie, mas também as complexidades e desafios que surgem com essa mudança. A obra aborda questões profundas sobre a natureza da inteligência, o tratamento de pessoas com deficiências e a busca da felicidade.

A parte da ficção científica é restrita aos procedimentos para melhorar a capacidade cognifica de Charlie e Algernon, mas é uma obra-prima e, portanto, presença obrigatória aqui!

4 – O Guia do Mochileiro das Galáxias (Douglas Adams)

Clássificação:

Como não citar esse que é considerado um dos maiores clássicos que adiciona muito humor em um livro de ficção científica? Não é a toa que O Guia do Mochileiro Das Galáxias vem encantando gerações de leitores ao redor do mundo com seu humor afiado.

Este é o primeiro título da famosa série escrita por Douglas Adams, que conta as aventuras espaciais do inglês Arthur Dent e de seu amigo Ford Prefect.

A história começa com Arthur Dent enfrentando um dia terrível, com sua casa prestes a ser demolida para dar lugar a uma rodovia intergaláctica. No entanto, sua sorte muda quando seu amigo Ford Prefect revela que a Terra também está prestes a ser destruída. Ford, um alienígena disfarçado, resgata Arthur, e juntos, eles são lançados no espaço a bordo da nave Coração de Ouro.

O livro vai além do humor e se torna uma sátira inteligente, usando situações absurdas como metáforas para criticar aspectos da sociedade contemporânea. Ford Prefect emerge como o guia dentro do Guia, orientando os personagens e convidando os leitores a explorar as facetas mais hilariantes do universo.

Mestre da sátira, Douglas Adams cria personagens inesquecíveis e situações mirabolantes para debochar da burocracia, dos políticos, da “alta cultura” e de diversas instituições atuais. Seu livro, que trata em última instância da busca do sentido da vida, não só diverte como também faz pensar (se você quer uma resenha completa de O Guia do Mochileiro das Galáxias, confira aqui).

5 – Guerra do Velho (John Scalzi)

Classificação

guerra do velho livros de ficção científica

Guerra do velho é uma escolha bem pessoal para estar presente nessa lista de recomendação dos melhores livros de ficção científica.

O que mais me impressionou nessa obra foi a velocidade dela: é quase como se eu estivesse assistindo um filme de ação, e não lendo o livro.

A obra inicia com a icônica frase: “No meu aniversário de 75 anos, fiz duas coisas: visitei o túmulo da minha esposa e depois entrei para o exército”. Livros que começam com frases impactantes têm um lugar especial no meu coração. A partir dessa abertura, fica claro o ponto de partida da história, com o protagonista John Perry entrando nas Forças de Defesa Coloniais (FDC), um exército que protege a Terra e suas colônias de invasões alienígenas.

Ao longo da trama, somos levados a acompanhar Perry e outros recrutas em uma jornada interplanetária, interagindo com diferentes personagens e enfrentando os desafios de rejuvenescer seus corpos para participar ativamente da guerra.

É uma narrativa impressionante!

6 – Blade Runner: Androides Sonham Com Ovelhas Elétricas? (Philip K. Dick)

Classificação:

blade runner livros de ficção cientifica

Tá bom, vai, esse pode ser considerado um clássico entre os livros de ficção científica, mas não dava para deixar ele de fora!

O mundo retratado nesta narrativa se desenrola em um futuro distópico e segue as vivências de Rick Deckard, um caçador de recompensas, em uma Terra pós-apocalíptica. Nesse cenário devastado pela guerra e poluição, a maioria dos animais reais foi extinta. Além disso, possuir animais de estimação reais se tornou um símbolo de status social. No entanto, muitos recorrem a animais elétricos, simulacros de criaturas vivas, devido à sua acessibilidade financeira.

Deckard tem a missão de rastrear e “aposentar” (destruir) androides que escaparam das colônias espaciais e chegaram à Terra. Esses androides são extraordinariamente avançados, quase indistinguíveis dos humanos, exceto pelo Teste de Empatia Voigt-Kampff.

Durante sua missão, Deckard encontra Rachel Rosen, uma androide notavelmente avançada que instiga dúvidas em Rick sobre a natureza da realidade e a capacidade de empatia.

Além disso, Deckard enfrenta complexidades em sua vida pessoal. Ele é casado com Iran, uma mulher deprimida que depende de dispositivos que influenciam seu humor. Os dois seguem uma religião chamada Mercerismo, que conecta as pessoas por meio de uma experiência coletiva de empatia.

A busca pelos androides coloca Deckard diante de dilemas éticos e filosóficos, desafiando a distinção entre humanos e androides. Essa narrativa não apenas explora os limites da tecnologia e da inteligência artificial, mas também mergulha nas profundezas da condição humana, levantando questões sobre o que verdadeiramente define a empatia e a existência. 

7 – O Problema dos Três Corpos (Cixin Liu)

Classificação

o problema dos tres corpos

Essa é, sem dúvidas, a série de livros de ficção científica mais hypada dos últimos anos. A expectativa que eu estava era tão grande que acabei adicionando na minha lista de prioridades para 2024.

Mas uma coisa sobre expectativas muito altas que pode ser um problema é que quando você estabelece um patamar esperado para algum fato e aquilo não te entrega o que você estava esperando, isso pode ser um incômodo. Talvez tenha sido um pouco o caso de O Problema dos Três Corpos. Por isso, acabei baixando a nota da obra um pouco, mas esta está longe de ser ruim, muito pelo contrário. Além disso, entendo que essa obra evolua bastante nos próximos volumes…

A história se inicia na China dos anos 1960, durante a Revolução Cultural, onde um grupo de pessoas se envolve em um projeto secreto de comunicação com seres extraterrestres – com destaque para Ye Wenjie (uma astrofísica, filha de um professor perseguido pela revolução). As decisões desses indivíduos desencadeiam eventos que reverberam ao longo do tempo (ou seja, há um avanço temporal na obra).

A narrativa da obra também apresenta uma metáfora intrigante através do jogo de realidade virtual chamado Três Corpos. Neste jogo, os personagens confrontam Eras Caóticas e Eras Estáveis, onde até mesmo o movimento dos sóis é imprevisível. Esse é o jogo que conecta todos os personagens da trama. 

Gostou da nossa nova versão da lista de melhores livros de ficção científica (deixando de lado os clássicos)? Sua opinião é muito importante para que continuemos a explorar diversos universos.

Não se esqueça de marcar @osmelhoreslivros no Instagram caso você esteja lendo alguma recomendação do blog! Assim, a gente reposta você 😊

2 comentários em “Top 7 Livros de Ficção Científica Que Eu Recomendo Para 2024”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *