cidade a lua crescente ordem

Cidade da Lua Crescente: Ordem e Guia de Leitura

No texto de hoje iremos conhecer a ordem dos livros de Cidade da Lua Crescente, a mais nova saga de sucesso de Sarah J. Maas. Como de costume, iremos entrar nessa obra de fantasia em um ambiente habitado por humanos, feéricos, anjos, bruxas e diversos outros seres místicos que habitam esse universo cheio de perigos e magia chamado de Midgard. Diferentemente de outros títulos do gênero, nessa obra a história se passa no nosso mundo contemporâneo, adicionado aos elementos mágicos (e com classificação indicativa para maiores de 18 anos). 

O mundo desenvolvido por Maas (que também é autora dos sucessos Corte de Espinhos e Rosas e Trono de Vidro) ao longo das 896 páginas do livro é dividido em 4 casas – duas delas dão nome aos dois primeiros livros de Cidade da Lua Crescente. No entanto, a divulgação refere-se sempre que essa saga será composta por uma trilogia, então ficou curioso sobre qual casa ficará de fora (ou se será uma quadrilogia). A história está dividida conforme a seguinte lógica: 

  • Casa de Terra e Sangue: composta por metamorfos, humanos, bruxas, animais comuns e outros a quem Cthona comanda, assim como alguns escolhidos de Luna. 
  • Casa de Céu e Sopro: composta por malakim (anjos), feéricos, elementais, duendes (expulsos por terem participado da Queda), e aqueles abençoados por Solas, assim como alguns favorecidos por Luna. 
  • Casa Das Muitas Águas: composta por espíritos fluviais, sereias, bestas aquáticas, ninfas, kelpies, nøkken (espíritos aquáticos) e outros protegidos por Ogenas. 
  • Casa de Chama e Sombras: Daemonaki, ceifadores, espectros, vampiros, draki, dragões, necromantes e outras criaturas perversas que nem mesmo Urd deseja ver. 

Esses seres místicos passaram a habitar nosso mundo contemporâneo após um evento chamado de “Travessia”. 

Nossa protagonista será uma semifeérica chamada Bryce Quinlan precisou escolher uma das casas – já que nesse universo os feéricos e os humanos habitam em tribos diferentes. Ela opta pela Casa de Terra e Sangue, que dará o nome ao primeiro livro da saga. 

Após o assassinato de sua melhor amigo, ela irá se unir com um guerreiro-anjo chamado Hunt Athalar para caçar o assassino em busca de vingança. 

Além deles, também teremos outros personagens importantes na obra, como: 

  • Ruhn Danaan: príncipe dos Valbaran Fae e meio-irmão de Bryce. 
  • Danika Fendyr: metamorfa e alfa das matilhas dos demônios e melhor amiga de Bryce;
  • Jesiba Roga: feiticeira e negociante de arte, dona da Griffin Antiquities. Chefe de Bryce;
  • Aidas: príncipe do abismo; 
  • Tharion Ketos: era o capitão de inteligência para a Rainha do Rio;
  • Connor Holstrom: fez parte da matilha de Danika;
  • Ithan Holstrom: foi criado por Connor, seu irmão mais velho, desde que seus pais morreram
  • Celestina: governadora de Lunathion e chefe do Hunt;
  • Sophie Renast: era uma rebelde que se dedicava a encontrar seu irmão depois que ele foi feito prisioneiro de Kavalla; 
  • Emile Renast: é o irmão de Sofie Renast, um dos últimos Thunderbirds; 
  • Cormac Donnall: Príncipe Herdeiro das Fadas Avallen. Ele também era primo distante de Bryce Quinlan por meio de seu pai.

Abaixo, iremos conhecer um pouco mais de cada exemplar da ordem dos livros de Cidade da Lua Crescente (pode haver spoilers). 

>>> Mas antes: se você quer receber textos como esse em primeira mão, cadastre-se em nosso Telegram ou siga-nos no nosso canal no Instagram

Ordem Dos Livros de Cidade da Lua Crescente

1 – Casa de Terra e Sangue

Casa de Terra e Sangue

No primeiro volume da ordem dos livros de Cidade da Lua Crescente, de Sarah J. Maas, iremos conhecer Bryce Quinlan, uma semifeérica que tinha uma vida perfeita – de muito trabalho, mas também muitas festas. Esse lado “baladeira” da protagonista é bem explorado na obra, com o intuito de falar de empoderamento e dos estigmas sociais que seu comportamento independente acarreta.  

Já no início da trama, um demônio irá assassinar a sua melhor amiga em uma cena chocante. A semifeérica tenta superar a perda, com o consolo de que o culpado por conjurar o demônio está atrás das grades. 

Avançamos dois anos na história, quando novos crimes começam a acontecer, o que leva a protagonista a se unir com o anjo-caído Hunt Athalar para buscar esclarecer o responsável por essas atrocidades. 

Hunt é um anjo servo (desde que estava no lado perdedor de uma batalha épica). Ele possui habilidades brutais e é dono de uma força incrível – as quais usa para assassinar os inimigos do seu chefe – que deseja solucionar o problema do demônio em sua cidade. Então, é oferecido o seguinte acordo: se Athalar ajudar Bryce a encontrar o assassino, ele será libertado. Entre tapas e beijos, os dois iniciam uma jornada perigosa. 

Mas o que começou como implicância aos poucos passa a se tornar uma paixão ardente (todos sabemos como Sarah J. Maas explora essas paixões em seus livros em detalhes. Sim, temos hot em Cidade da Lua Crescente 🔥🔥🔥). 

Enquanto Bryce e Hunt se aprofundam nas entranhas da Cidade da Lua Crescente, eles descobrem um poder sombrio que ameaça tudo e todos que amam. 

Além disso, também compreenderemos mais sobre as tramas políticas envolvendo os Asteri, os governantes de Midgard – basicamente seres com tantos poderes que são considerados quase deuses. Eles governam o planeta da Cidade Eterna de Pangera.

2 – Casa de Céu e Sopro

Casa de Céu e Sopro

Casa de Céu e Sopro é o segundo volume da ordem dos livros de Cidade da Lua Crescente e é, provavelmente, o lançamento mais comentado de 2022

Ele se inicia alguns meses após os acontecimentos do fim do livro anterior e novos personagens nos serão apresentados. Entre esses acontecimentos, a revelação de que Bryce era uma “estrelada” dá um destaque imenso para essa personagem, já que muitos achavam que esse poder estaria extinto. 

No fim do livro anterior, um acordo com os Akeri garantiu que Bryce e Hunt poderiam viver tranquilos. Eles irão morar juntos, porém decidem viver uma relação mais “platônica”. É de se entender que após tantas reviravoltas em suas vidas ultimamente, eles querem principalmente uma chance de relaxar.

Em uma reviravolta totalmente inesperada, surge um homem chamado Cormac Donnall que diz que Bryce está prometida para casar com ele. O noivado teria sido arranjado pelo rei Outonal. Após muita confusão com nossos protagonistas, descobrimos que o casamento é apenas um pretexto para puxar Bryce para a luta dos rebeldes – que desejam acabar com o poder dos Asteri. Sophie é sua companheira. Esses personagens, portanto, estão sendo perseguidos por diversas forças e se juntar a eles é um grande risco. 

Os Asteri mantiveram sua palavra até agora, deixando Bryce e Hunt sozinhos. Mas com os rebeldes acabando com o poder do Asteri, a ameaça que os governantes representam está crescendo. À medida que Bryce, Hunt e seus amigos são atraídos para os planos dos rebeldes, a escolha fica clara: ficar em silêncio enquanto os outros são oprimidos ou lutar pelo que é certo. E eles nunca foram muito bons em ficar em silêncio.

Gostou de conhecer a ordem dos livros de Cidade da Lua Crescente? Veja outros posts recentes do blog!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.