assassin's creed ordem

Assassin’s Creed: Ordem de publicação e cronológica dos livros

Para os fãs dos games, provavelmente, o tema deste artigo não é tão incomum, aliás, quase toda galera envolvida no mundo virtual deve conhecer. Este é um jogo de videogame famosíssimo, que, por conta do sucesso que fez, invadiu, não apenas as prateleiras das lojas de games, mas também as livrarias e bibliotecas ao redor do mundo. Por isso, consideramos que é muito importante termos um artigo no nosso blog falando especialmente sobre todos os 8 livros de Assassin’s Creed em ordem de lançamento e também cronológica.

Apesar da narrativa apresentar contextos históricos reais, o objetivo é inteiramente o entretenimento e a diversão. Além disso, se você é realmente fã e já passou por boas aventuras controlando o famoso guerreiro vingativo e encapuzado, será muito satisfatório notar as referências aos jogos.

O desenvolvimento de Assassin’s Creed tem base em uma problemática central que trata-se da rivalidade entre duas sociedades secretas antigas: os Assassinos, um grupo que guerreia em prol da liberdade, e os Templários, que buscam a ordem pela imposição.

As duas organizações têm relação com uma antiga espécie que viveu sobre a Terra antes dos humanos; espécie, essa, que sucumbiu em virtude de uma devastadora tempestade solar.

O  responsável por essa excelente adaptação dos games para os livros é Oliver Bowden que, na verdade, é um pseudônimo do escritor inglês Anton Gill.

Antes que você estranhe, eu preciso dizer que os livros não seguem exatamente a mesma lógica dos jogos, pois alguns títulos, entre outras coisas, são diferentes, portanto não se apegue totalmente a isso.

A ordem de publicação da série de livros Assassin’s Creed não segue a mesma sequência que a ordem cronológica, por isso, para atender também a galera que curte seguir uma sequência temporal dos acontecimentos, no final deste artigo, apresentaremos a ordem cronológica de cada volume.

Mas, por agora, vamos ver breves sinopses de cada livro na ordem de lançamento!

1 – Assassin’s Creed: Renascença (2009)

Assassin’s Creed: Renascença

Assim como no jogo, a história do livro é ambientada em Florença, cidade italiana, em 1476.

No primeiro livro de Assassin’s Creed, somos apresentados ao protagonista Ezio Auditore, que vai de filho de banqueiro aristocrata a filho de um “traidor” condenado à morte. Isso mesmo, o pai e dois irmãos de Ezio são enforcados em praça pública. Além disso, sua casa foi destruída e ele perdeu muitos bens.

Com sede de vingança, Ezio vai em busca de aperfeiçoar suas habilidades de combate, além de conseguir importantes aliados, e entre eles estão Leonardo da Vinci e Nicolau Maquiavel, que são figuras históricas reais.

Então, em meio a todo esse contexto, o garoto Italiano descobre uma ordem de assassinos antiga. Assim, acompanhamos a transformação de um garoto com muito talento para briga em um assassino treinado em busca de vingança. Porém, durante a narrativa, o misterioso encapuzado ganha propósitos ainda mais importantes, que é o de lutar contra a tirania italiana e fazer justiça com as próprias mãos.

2 – Assassin’s Creed: Irmandade (2010)

Assassin’s Creed: Irmandade (2010)

Este é o segundo na ordem dos livros de Assassin’s Creed, e é uma continuação imediata do primeiro volume.

Após o Ezio ter derrotado o líder dos Templários Rodrigo Bórgia, Papa Alexandre VI, no livro anterior, agora, seu antagonista é o filho dele, Césare Bórgia.

Aparentemente, todos os Bórgia, família muito influente no Vaticano no período renascentista, têm um caráter vilanesco, porém, o Césare parece ser o pior entre eles.

Este volume tem Roma como cenário predominante, porém, estamos falando de uma Roma em ruínas sob o poder do patriarca dos Bórgia, que têm o insano objetivo de dominar a Itália. Assim, a esperança de todo povo está em um assassino encapuzado.

Contudo, para aumentar ainda mais a tensão, o justiceiro deve ter cuidado em dobro, pois é possível que haja ameaça dentro de sua própria irmandade.

3 – Assassin’s Creed: A Cruzada Secreta (2011)

Assassin’s Creed: A Cruzada Secreta

A Cruzada Secreta é o terceiro volume na ordem dos livros da saga Assassin’s Creed, embora seja o primeiro na sequência temporal da série.

Este livro é referente ao primeiro game lançado, onde acompanhamos a história de Altair Ibn La-Ahad, antigo mestre da ordem dos Assassinos, na era da Terceira Cruzada.

Então, durante as cruzadas, Altair comete um erro fatal em uma missão e, por isso, é obrigado pelo mestre al-Mualim a matar 9 homens, além de ter que assassinar o líder dos Templários, Robert Sablé.

Altair, que tem um passado trágico, é um assassino frio, que mata sem pestanejar e, até mesmo, sem necessidade. Todavia, ao decorrer do tempo, ele vai adquirindo experiência e aprendendo com os erros. Assim, pode ser que ele se torne um sábio misericordioso. Ou não!

Um detalhe interessante a respeito de A Cruzada Secreta é que a história é mostrada pelo ponto de vista de Nicollò Polo, pai de Marco Polo.

4 – Assassin’s Creed: Revelações (2012)

Assassin’s Creed: Revelações

Neste quarto livro de Assassin’s Creed, voltamos a seguir a sequência dos dois primeiros volumes com nosso querido Mestre Assassino, o Italiano Ezio.

Como o próprio nome já diz, nesta trama embarcaremos em uma jornada repleta de revelações.

No quarto volume na ordem dos livros de Assassin’s Creed, seremos arrebatados juntos ao protagonista ao Império Otomano, na Constantinopla, onde os Templários estão prestes a causar grande problema.

Agora, temos um Ezio amadurecido, com mais sabedoria e um pouco menos daquela fúria de quando era mais jovem, no entanto, não se engane, ele está no seu auge.

Em Revelações, o justiceiro terá de encontrar a biblioteca perdida de Altair, lendário Assassino, mas, para isso, precisará encontrar 5 chaves e, só então, terá acesso às respostas que busca.

5 – Assassin’s Creed: Renegado (2012)

Renegado (2012)

Em Renegado, quinto livro da série, temos uma mudança no protagonismo, porque agora temos um novo herói: Haytham Kenway.

O jovem Haytham, como de costume, é alguém com uma história trágica, pois, após um ataque à sua casa, ele perde seu pai para a morte e sua irmã num sequestro. Então, o autor mantém, desta forma, o sentimento de vingança que prevalece desde o início da série,

Um misterioso mestre aparece na história e transforma o protagonista num grande assassino, tornando-o apto para buscar justiça (ou vingança, chame como quiser). Assim, ele irá atrás dos assassinos do seu pai e da sua irmã.

6 – Assassin’s Creed: Bandeira Negra

Bandeira Negra

A trama do sexto volume na ordem dos livros de Assassin’s Creed, se passa na Inglaterra, mais especificamente em Bristol.

Este livro, cronologicamente, vem antes da história do livro anterior, Renegado. 

A narrativa centra-se no pai do último protagonista, Edward Kenway, que é um grande pirata e corsário que viveu na Era Dourada dos Piratas.

Edward tinha aspirações bem humildes para sua vida; pretendia substituir o pai na criação de ovelhas e continuar levando sua vida normalmente, frequentando tabernas e fazendo coisas que pessoas normais fazem. Porém, ao conhecer Caroline Scott, tudo muda de repente.

O amor traz um novo objetivo para a vida de Edward e, agora, ele fará de tudo para dar o melhor da vida para a sua amada, o que o levará em direção às aventuras no mar.

7 – Assassin’s Creed: Unity (2014)

Unity

Neste volume temos algo muito interessante, pois temos, mesmo que seja em segundo plano, um romance proibido apaixonante.

A narrativa conta a história de Arno Dorian, um garoto de origem assassina que foi criado com templários sem saber. Contudo, uma coisa muito legal é que, de certa forma, o Arno divide um pouco do protagonismo com a Élise, sua paixão, que é uma templária.

Apesar da criação, ele busca suas raízes e descobre a Ordem dos Assassinos e se torna um grande mestre. Enquanto isso, Élise segue obrigatoriamente os passos de sua família e se torna uma templária de primeira.

Assim, com um protagonismo meio dividido, o sétimo livro de Assassin’s Creed se desenrola em uma trama excepcional.

Cara, eu me amarro em contos com contextos históricos reais. E, se você também é desses, eu quero te recomendar a leitura da trilogia O Século. Muito boa!

8 – Assasin’s Creed: Submundo (2015)

Submundo

Este é o último volume na ordem de publicação dos livros Assassin’s Creed

Depois de ter passado por diversos períodos históricos, a série agora se passa na época da Revolução Industrial. E, como sempre, a batalha entre Templários e Assassinos está aflorada.

Em meio às escavações para a construção da primeira estrada de ferro subterrânea em Londres, um corpo é encontrado. Mas, tudo fica mais estranho quando, no caminho para o necrotério, o corpo desaparece. 

Assim, com toda guerra entre as organizações centenárias, a trama destaca um assassino misterioso encapuzado, conhecido popularmente como “Fantasma”. Na verdade, o assassino se chama Henry Green, e sua missão principal é acabar com o quartel-general dos Templários.

Ordem cronológica dos livros de Assassin’s Creed

Como prometido, para aqueles que fazem questão de ler a narrativa em ordem temporal, aqui está a ordem cronológica:

  1. A cruzada secreta (1191);
  2. Renascença (1476);
  3. Irmandade (entre 1480 e 1490);
  4. Revelações (por volta de 1500);
  5. Bandeira Negra (entre 1715 e 1718);
  6. Renegado (entre 1770 e 1780);
  7. Unity (1789);
  8. Submundo (1862);

Gostou de conhecer a Ordem dos Livros de Assassin’s Creed? Veja outros posts recentes do blog!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.