ordem dos livros de outlander

Você sabe qual a ordem dos livros da série Outlander?

Se você é fã de livros de fantasia cheios de mitologia, cultura celta, ação e história, com certeza vai amar a ordem dos livros da série Outlander. Os exemplares trazem uma ficção incrível baseada nas guerras entre clãs na Escócia do século XVII. Além disso, não podia faltar um bom romance no meio de muita luta, não é? 

Por isso, se bateu aquela curiosidade para saber um pouco mais sobre a série, esse post é perfeito para você. Aqui a gente te conta um pouco mais sobre cada livro, e porque vale a pena colocar a série em sua lista de leituras. Então, se quiser descobrir títulos incríveis, é só continuar a leitura deste post!

Quem é Diana Gabaldon, autora da série de livros Outlander? 

A autora da ordem dos livros da série Outlander é Diana Gabaldon, uma escritora norte americana. Ela escreveu alguns outros livros, mas a obra mais famosa é de fato Outlander. Dessa maneira, desde 2014 os livros, que já são considerados clássicos, também são o enredo da série homônima do canal Starz (e agora também está na Netflix). 

Gabaldon também é co-produtora da série de TV, que atualmente está na quarta temporada. Ainda, afirma que a série irá finalizar no décimo livro, que está em processo de finalização e não tem data para o lançamento oficial. 

Qual a Ordem dos Livros de Outlander? 

A série Outlander tem uma narrativa focada na cultura escocesa e na história do país. Assim, é uma ficção criada com base nos acontecimentos e nas guerras reais (com alguns personagens que existiram mesmo). Então, se você gosta de livros épicos, vai adorar essa série. 

No total, a ordem dos livros da série Outlander tem oito volumes que acompanham a trama principal. Além deles, existem mais três contos publicados paralelamente. Porém, se você quiser acompanhar a sequência principal sem chance de se perder (vai por mim, a história é longa), separamos a lista pela ordem da narrativa.

Se só os títulos já dão aquela aguçada na curiosidade, a gente ainda foi mais além. Separamos alguns resumos sobre o que você pode esperar de cada livro. Porém, pode ficar tranquilo, os spoilers são bem leves e eram só os necessários para conseguir resumir bem.

Outlander: A Viajante do Tempo 

a viajante do tempo outlander

O começo da ordem dos livros de Outlander tem como personagem principal Claire, uma enfermeira inglesa que está em plena lua de mel com o marido. Eles estão visitando a Escócia, e aprendendo um pouco mais sobre a história local. Mas não dava para ficar só na calmaria e no romance, não é?

Por isso, Claire resolve dar umas bandas e descobrir alguns lugares legais para visitar. Porém, ela encontra um monumento de pedra que funciona mais ou menos como portal. Então, ela acaba presa na Escócia de 1743, no meio de uma guerra com a Grã-Bretanha. 

A partir daí, caro leitor, começa a trama de Claire para conseguir se acostumar com os costumes da época. Além disso, ela precisa encontrar uma maneira de voltar para casa, para o marido e para a época em que vive. Não bastasse isso tudo para resolver, ainda aparece um crush para mexer com o coração dela. 

Uma das melhores coisas sobre a ordem dos livros de Outlander é a perícia com a qual a autora faz as descrições. Dessa maneira, são tantos detalhes que você tem uma imersão incrível no universo que ela oferece. Tanto as cenas de romance quanto as de ação tem descrições sensacionais, na mesma proporção. 

Outlander: A Libélula no Âmbar 

Outlander: A Libélula no Âmbar 

O segundo exemplar da ordem dos livros da série Outlander se chama Libélula no âmbar. A sequência começa 20 anos após os últimos acontecimentos do primeiro livro. Então, pode ser que você fique um pouquinho confuso no começo, mas vamos com calma que a trama se encaixa logo depois. 

Claire está com a filha e o marido na França (sim, o marido antigo). Porém, depois que ela fica viúva, sente a necessidade de contar à filha a verdade sobre seu nascimento. Então, Claire volta à Escócia para tentar descobrir o que aconteceu com Jamie e impedir a revolução de 45. 

De maneira geral, o livro começa num ritmo bem lento e um pouco confuso com a linha do tempo. Porém, depois de alguns capítulos começa a fazer sentido e você se sente novamente como parte da trama. Isso porque a autora consegue trazer para o segundo na ordem de livros da série Outlander, a mesma riqueza de detalhes do primeiro. 

Então, é possível acompanhar cenas de ação incríveis, com uma imersão sensacional. Conforme a narrativa avança, o ritmo vai acelerando e as páginas passam sem você nem sentir. Além da construção dos personagens e suas evoluções, que é feita com maestria por Diana Gabaldon. 

Outlander: O Resgate no Mar

resgate no mar

O terceiro livro da ordem dos livros da série Outlander traz um conteúdo um pouco diferente dos outros dois. Primeiramente, porque é dividido em duas partes e também porque traz um ponto de vista de Jamie sobre os acontecimentos dos últimos vinte anos. 

Dessa maneira, você vai ler como foi que ele seguiu em frente, sem nunca esquecer Claire. Depois da revolução ter sido sufocada, ele passa o panorama da Escócia destruída e os problemas sociais por conta da guerra. Tudo de uma maneira bem emocionante (já separe os lencinhos, porque o choro é livre).

Então, Claire consegue voltar para o tempo passado e reencontrar Jamie. Porém, outros conflitos surgem assim que ela chega, e mais do que lidar com os problemas sociais, eles também precisam aprender como encarar as próprias emoções. Como conseguir se reconciliar depois de vinte anos separados? 

Esse é um dos exemplares bem mais focados na evolução dos personagens, no romance e na resolução dos conflitos pessoais. Por isso, ele tem uma carga dramática bem maior, mas isso não quer dizer que não existam ótimas passagens e enredos de ação. 

Outlander: Os Tambores do Outono

tambores do outono

O quarto volume na ordem dos livros na série Outlander também é dividido em duas partes (para alegria dos fãs). Ele começa após o naufrágio no final do último livro. Então, Claire e Jamie chegam a uma nova terra e precisam escolher entre ficar lá, ou voltar para a Escócia. 

Assim, neste volume são explorados os conflitos do novo mundo, em contraste com as percepções de Claire. Um exemplo disso é a questão escravista no passado.  Enquanto que Claire acompanhou as revoluções pelos direitos civis no presente, quando volta para o século XVIII isso é um problema ainda maior. 

Dessa maneira, ela precisa cruzar os conhecimentos sobre uma e outra época. Além disso, também vai ter que ajudar a resolver a vida pessoal da tia de Jamie (nossa heroína é bastante ocupada, não?). Isso pode garantir horas e horas de uma leitura cheia de reviravoltas. 

Uma das coisas bacanas sobre esse exemplar da ordem dos livros Outlander são as passagens com Brianna (filha de Claire e Jamie). Então, o livro se passa em duas épocas diferentes, acompanhando mulheres fortes na busca por seus ideais e objetivos. 

Outlander: A Cruz de Fogo

a cruz de fogo

A cruz de fogo é o quinto volume na ordem dos livros da série Outlander, e uma nova guerra começa a se formar. Como os acontecimentos são baseados no contexto histórico real, aqui é quando os habitantes do novo mundo começam a querer se revoltar em ser colônia inglesa. 

Nesse meio todo, quem continua sempre no olho do furacão? Ela mesmo, Claire, que parece ser um dos maiores imãs de confusão da história literária. Tem alguma coisa ruim para acontecer? Pode crer que ela estará envolvida no meio. Mas nesse exemplar a coisa *ainda* não está tão preocupante para nossa protagonista. 

Em termos de ação, esse aqui é um dos livros mais calmos. A gente acompanha toda a elaboração da guerra pelas reuniões de Jamie com os rebeldes. Assim, esse é um livro mais focado nas tramas, traições e estratégias do levante, que nas ações em si (o que não quer dizer que ela não exista). 

Outlander: Um Sopro de Neve e Cinzas  

Outlander: Um Sopro de Neve e Cinzas  

No sexto livro da ordem dos livros da série Outlander, é possível ter um panorama sobre a vida dos Frasers. Depois dos acontecimentos do último livro, este volume inicia em 1773, com a ainda iminência de uma guerra. Os conflitos neste livro são bem mais intimistas, focados nas problemáticas dentro da realidade dos Frasers.

Por isso, são micro conflitos ao invés de grandes revoltas. Porém, é Diana Gabaldon, né? Nada que ela insere nos livros é por acaso. Portanto, você pode esperar que nos próximos livros esses conflitos farão toda a diferença em algum momento.  

Além disso, um elemento muito interessante é inserido através de Brianna: o papel da mulher dentro das sociedades. Desde o último livro ela tem a função de trazer a modernidade e fluência de pensamentos inovadores. A maneira como a autora mistura o ambiente do passado com os ideais que Brianna construiu no século XX é sensacional. 

Outlander: Ecos do Futuro 

ecos do futuro

O sétimo título na ordem dos livros da série Outlander traz o começo da guerra Americana contra a Inglaterra. Porém, ao contrário do que parece, Jaime e Claire tentam fazer a contramão do caos, voltando para a Escócia. Mas lembra que o casal é imã de problemas? Então parece que a batalha vai seguindo os protagonistas. 

A partir daí, é tiro, porrada e bomba (literalmente) para todo lado. O livro é bem intenso quando o assunto é ação, e com certeza vai te prender do começo ao fim. Além disso, a autora também resolveu colocar protagonismo em outros indivíduos pouco explorados. 

Por isso, alguns capítulos são narrados sob a ótica de outros personagens, como William (filho ilegítimo de Jamie). Sem dúvida, vale a pena acompanhar também os desdobramentos do passado e futuro se cruzando através da cartas trocadas entre Brianna (que voltou para o século XX) e Claire (que ainda está no passado). 

Outlander: escrito com o sangue do meu coração

ordem dos livros de outlander

O oitavo e último título na ordem dos livros da série Outlander segue o fio dos acontecimentos do último livro. Depois de Claire achar que Jamie estava morto, ele volta e a encontra casada (é isso mesmo que você leu) com seu melhor amigo. É óbvio que isso ia dar palco para os dois quase se matarem. 

Então, como se só isso não fosse suficiente, William descobriu que é filho de Jamie. Ou seja, amigo, esse livro é um caso de família gigantesco, com uma guerra estourando na janela de casa. A autora não economiza o coração do leitor nos acontecimentos dramáticos (lembra do lencinho pra enxugar as lágrimas? Nesse volume ele vai voltar com tudo). 

Vale a pena ler a série Outlander?

Com certeza, a ordem dos livros da série Outlander é uma excelente leitura. O contexto histórico é super interessante, e tem praticamente de tudo dentro da narrativa. De romance a grandes revoluções, um prato cheio para quem gosta de bons conteúdos. 

Além disso, a autora tem uma mão magistral para ótimas descrições, com uma construção dos personagens muito bem elaborada. É incrível ver como um acontecimento afeta e muda os personagens centrais. Porém, é ainda melhor ver que a autora consegue atribuir essas mesmas mudanças também aos personagens secundários. Ainda, a questão da cultura e história celta sendo exploradas de maneira gradual, sem saturar e deixar o assunto batido. 

E se você curtiu esse artigo, ainda temos outras séries incríveis para te recomendar. Aqui no blog temos outros artigos sobre romances, vale a pena tirar um tempinho e conferir mais sobre. Por isso, fique sempre por dentro do que tem de novo no mundo dos livros, acompanhando nossos conteúdos.  

Gostou de conhecer a ordem dos livros de Outlander? Veja outros posts recentes do blog!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.