mundo de tinta ordem

Mundo de Tinta: Veja a Ordem Dos Livros

A realidade nem sempre é o que parece. E, quando um mundo fantástico começa a interagir com o mundo dos protagonistas, temos uma ficção muito linda, profunda e detalhada. Mundo de Tinta é uma trilogia infanto-juvenil escrita pela autora alemã Cornelia Funke, e você vai conferir, agora, cada um dos livros em ordem.

A autora alemã estudou pedagogia na Universidade de Hamburgo e, depois de terminar seus estudos, trabalhou 3 anos como assistente social, focada em atender crianças carentes, o que influenciou muito na sua carreira como escritora. Suas obras tiveram muita inspiração nos contos que ela lia para essas crianças.

Mundo de Tinta é uma obra muito importante na carreira da autora, ganhando prêmios importantes. No entanto, ela possui outras obras de muito sucesso, a exemplo de O Cavaleiro do Dragão, que permaneceu na lista de best-sellers do New York Times por 78 semanas. Portanto, é uma escritora que merece atenção.

Apesar dessa trilogia ser classificada como infanto-juvenil, ela tem algumas condutas um pouco atípicas para literaturas desse tipo, pois não se trata daquelas leituras mais fáceis e dinâmicas. Na verdade, é composta por livros extensos e bem detalhados, o que, às vezes, torna a leitura um tanto mais lenta. Contudo, o que a narrativa perde em fluidez, ganha em profundidade.

Nessa obra, os personagens dos livros podem se tornar reais e pessoas do mundo real podem se tornar personagens dentro das páginas dos livros. Confira abaixo a ordem dos livros do Mundo de Tinta.

>>> Quer estar por dentro de cada novo post aqui do blog? Acompanhe nossas redes sociais e receba nossos textos sobre incríveis obras literárias: Instagram e Telegram.

1 – Coração de Tinta

Coração de Tinta

Este é o primeiro volume na ordem dos livros da trilogia Mundo de Tinta. Em Coração de Tinta, somos apresentados a um universo fantástico e rico em detalhes.

Aqui, nós conhecemos o Mortimer, um restaurador de livros, e sua filha, Meggie, que, a princípio, é a protagonista. Os dois são apaixonados pelos livros e amam histórias de fantasias. Mas, o que a menina não sabe é que seu pai não é um simples restaurador de livros e sua conexão com os mundos dentro deles vai muito além do que ela poderia imaginar.

O leitor vai desvendando os mistérios da trama junto com a protagonista.

Eles nunca ficam num lugar por muito tempo, pois a profissão de reparador de livros exige que sempre estejam viajando  

Bom, há muito tempo, Mo — como a Meggie chama seu pai — se nega a ler um livro em voz alta, apesar dos pedidos de sua filha para que leia para ela antes de dormir. A menina nunca entendeu o motivo dessa recusa, até que coisas estranhas começam a acontecer.

Em uma noite, um visitante excêntrico aparece e revela o segredo de Mo. Ele tem uma habilidade muito peculiar e perigosa. Quando lê um texto em algum livro em voz alta, como num passe de mágica, o que era apenas um conjunto de palavras se materializa e ganha vida no mundo real.

Quando a Meggie era apenas um bebê, esse poder do Mo deu vida a alguns personagens de um livro de fantasia chamado Coração de Tinta. Um desses personagens se chama Capricórnio, que é um vilão cruel e está perseguindo o Mortimer há anos. Ele não fez questão nenhuma de voltar para dentro do livro e agora tem planos terríveis para executar no mundo real.

Capricórnio pretende explorar a habilidade de Mo para trazer à vida um outro personagem do livro Coração de Tinta. Um ser ainda mais sanguinário do que ele mesmo.

E, assim, os capangas do vilão sequestram o pai da personagem principal, a deixando desolada. E agora a pobre menina, com a ajuda de Dedo Empoeirado e Elinor, se verá em uma missão complicada, tendo que ir resgatar seu pai.

Dessa forma, ao decorrer da trama, muitas coisas vão sendo reveladas e tudo vai fazendo sentido gradativamente.

Em 2008, este primeiro volume — campeão de vendas — ganhou uma adaptação para os cinemas com o título Coração de Tinta – O Livro Mágico.

2 – Sangue de Tinta

Sangue de Tinta

Sangue de Tinta é o segundo volume na ordem dos livros do Mundo de Tinta. Com um material ainda mais extenso que o primeiro, a autora dá continuidade a sua ficção, que fizera tanto sucesso.

Este segundo volume não começa imediatamente após os eventos finais do último livro. Ao invés disso, se passaram alguns meses antes do início dessa nova trama.

Meggie, Mo, Resa, Elinor e Darius estão morando na casa de Elinor e, enquanto isso, Farid e Dedo Empoeirado estão buscando formas de adentrar o Mundo de Tinta.

Após terem se livrado de Capricórnio e conseguido trazer a mãe da Meggie de volta, em Sangue de Tinta, Funke nos apresenta um novo cenário e somos transportados ao Mundo de Tinta, mas os desafios continuam grandes. Alguns personagens acabam entrando no mundo mágico daquele livro tão temido, pois, apesar de comportar criaturas mágicas encantadoras, está repleto de malfeitores impiedosos. Por isso, momentos de paz na vida dos mocinhos são extremamente raros.

Os leitores tendem a se apaixonar ainda mais pela trama a partir desse segundo volume, pois a nova ambientação é muito rica, tornando a fantasia muito mais vibrante: fadas, príncipes e saltimbancos que dançam com o fogo são algumas das criaturas que compõem essa aventura.

Outro detalhe interessante é que muitos novos personagens cativantes surgem na história e, além disso, a autora se aprofunda muito mais no desenvolvimento deles. Assim, a Meggie, que tinha um foco bem predominante, aos poucos, vai perdendo o protagonismo.

Dessa forma, com personagens adultos ganhando protagonismo, a narrativa vai tomando uma cara diferente e, apesar de ainda poder ser considerada uma obra infanto-juvenil, fica mais interessante para leitores mais maduros.

3 – Morte de Tinta

Morte de Tinta

Morte de Tinta é o terceiro e último livro de Mundo de Tinta. Este começa a partir de onde parou o segundo volume.

Nesse desfecho, a Meggie, que era o centro da trama no início, e que perdeu um pouco o foco no segundo livro, perde completamente o protagonismo nessa última trama. Aqui, o Mo tem muito mais foco do que sua filha.

Aliás, esse “esquecimento” da autora para com a Meggie é uma das poucas críticas que ouvi enquanto pesquisava por resenhas dessa obra.

Seguindo a normalidade de Mundo de Tinta, os mocinhos continuam conhecendo uma infinidade de personagens cativantes, que vão preenchendo a história. Entretanto, alguns deles são terrivelmente cruéis e maléficos.

E desta vez, Mo, com a ajuda de seus amigos, terá de enfrentar o vilão mais amedrontador até aqui: o Cabeça de Víbora.

Contudo, com muita riqueza em detalhes, temos várias outras tramas secundárias que fazem uma diferença muito grande na narrativa. Podemos citar Fenoglio, o autor de Coração de tinta, que tem que combater Orfeu; temos o caso da Meggie, que se apaixona por Farid e vive as emoções do primeiro amor…

Morte de Tinta não é uma trama de grandes surpresas, mas conclui a fantasia de um jeito satisfatório, que, ao mesmo tempo que entrega a resolução das pendências, deixa uma brecha para futuros desenvolvimentos neste universo.

Mundo de Tinta – Contos

Mundo de Tinta – Contos

Depois de um tempo do fechamento da trilogia original, Cornelia Funke entrega de brinde aos fãs da sua fantasia um pequeno material que reúne 3 contos relativos a esse querido universo.

Os contos mostram um pouco da história de alguns personagens e explicam certas coisas que não foram explicadas na obra original. Por exemplo, de onde vem a estranha habilidade que alguns personagens têm de fazer com que elementos dos livros tomem vida.

Esse lançamento da autora não tinha muitas pretensões, mas é uma maneira excelente de os fãs matarem a saudade da trilogia e de alguns personagens apaixonantes que surgiram ao decorrer da narrativa.

Conclusão 

Então, algo que é muito legal em Mundo de Tinta é que cada volume tem tramas diferentes e vilões diferentes. É claro que há ligações entre essas coisas, mas acho legal o fato da narrativa não ficar em uma coisa só até o final.

Apesar disso, os vilões não são exatamente o forte de Cornélia quando escreveu essa literatura. Eles não são muito inteligentes e suas personalidades não são assim tão atraentes ao público.

Sabemos que há histórias com vilões tão cativantes que acabamos, às vezes, até torcendo por eles.

Entretanto, as tramas, a fantasia, a ambientação e os personagens (protagonistas e coadjuvantes) fazem a leitura valer muito a pena.

Enfim… Se você gostou dessa obra, compartilhe com seus amigos leitores que adoram uma fantasia e, se acha que faltou alguma informação relevante, deixe nos comentários abaixo. Forte abraço!

Gostou de conhecer a ordem dos livros do Mundo de Tinta? Veja outros posts recentes do blog!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.