melhores livros julio verne

Melhores Livros de Júlio Verne: Embarque em 8 viagens incríveis

Quando criança, estudava numa escola na qual deveria escolher um livro a cada quinze dias e fazer um resumo dele. Em uma visita à biblioteca do colégio, para buscar por possíveis leituras, um livro que continha dois personagens andando de balão na capa me chamou a atenção. O título: A volta ao mundo em 80 dias. Foi através desse inesquecível livro que tive contato com os melhores livros de Júlio Verne. 

Esse autor foi de uma importância ímpar para a literatura mundial, já que é considerado um dos criadores do gênero de ficção científica, juntamente com Mary Shelley (Frankenstein) e H.G Wells (Guerra dos Mundos). Em suma, todos os livros de ficção científica que conhecemos podem ser considerados filhos das obras desses 3 autores. 

Ao todo, são mais de 100 livros publicados por Verne, sendo que o autor foi traduzido para 148 línguas e é considerado pela UNESCO como o escritor cuja obra foi mais traduzida em toda a história. 

O primeiro livro publicado, Cinco semanas em um balão, lhe rendeu fama repentina e fez com que começasse a lançar vários livros com a mesma fórmula, quase todos com grande sucesso. O último livro publicado foi O senhor do mundo em 1904. 

Também vale comentar a grande parceria que o autor teve com Pierre-Jules Hetzel, um editor de livros que circulava em um ambiente cheio de amigos inventores, entre os quais Félix Nadar, um cientista que estudava navegação aérea e balonismo. Verne com certeza se inspirou nesse grupo de cientistas para formular várias das ideias de seus livros. 

Veja abaixo nossa seleção de melhores livros de Júlio Verne e entre em viagens inesquecíveis com esse grande escritor. 

A volta ao mundo em 80 dias

a volta ao mundo em 80 dias

Pode ser um pouco de nostalgia, mas sempre vou considerar esse como primeiro colocado entre os melhores livros de Júlio Verne. Nele, durante um jogo de cartas com os amigos, Phileas Fogg faz uma aposta ousada: daria a volta ao mundo em apenas oitenta dias, um prazo considerado impossível em 1872.

Essa aposta foi o suficiente para que Fogg e seu fiel escudeiro, Jean Passepartout, embarcassem em uma das maiores aventuras da literatura mundial. 

Ao colocar o pé no mundo, Fogg encara diversas aventuras típicas da imaginação sinistra de Verne. Oceanos, navios a vapor, balões, estradas de trens, selvas e até viagem sobre elefantes compõem essa jornada.

Publicado em 1873, esta obra tem destaque relevante na bibliografia deste autor que, em meio aos seus romances de aventura, pressagiou diversos avanços científicos e tecnológicos da humanidade. A volta ao mundo em 80 dias leva-nos a lugares onde nunca pensamos estar e nos faz acreditar numa fantasia possível de se concretizar.

Viagem ao centro da Terra

viagem ao centro da terra

Este é o segundo colocado na nossa lista de melhores livros de Júlio Verne. 

Em 1863, o renomado geólogo e mineralogista, Otto Lidenbrock, descobre uma mensagem que descrevia como se chegava ao centro da Terra. O espírito aventureiro toma conta de Lidenbrock que decide lançar a si mesmo nessa jornada. Seus companheiros: o sobrinho Axel, seu colega de profissão, e Hans, um guia para a aventura.

É importante lembrar que naquela época não havia conhecimento científico total sobre a composição no núcleo da Terra, portanto grande parte do que você encontrará no livro é fruto da imaginação de Verne. Rios de lava, mares subterrâneos, fauna e flora pré-históricos, múmias dos homens primitivos, fazendo com que seja um dos livros mais ousados e originais em termos de ficção científica. 

Da Terra à Lua 

da terra à Lua

Esta é a terceira obra escolhida na nossa lista de melhores livros de Júlio Verne. 

Note: o livro foi publicado em 1865, ou seja, cento e quatro anos antes de o homem descer em solo lunar. Também é considerada a primeira obra a ter como tema a exploração espacial. 

Tudo começa quando membros do clube de veteranos de guerra Baltimore Gun Club buscam uma nova empreitada após o fim da Guerra da Secessão. O líder do grupo, Impey Barbicane, dá o tom do novo projeto: construir o maior projétil já visto pela humanidade e enviá-lo para a Lua. O local escolhido para o lançamento, pasmem, é a Flórida (de fato, isso é impressionante, já que a Flórida também foi escolhida pela NASA para tal façanha). 

Para que fosse possível tal feito, o autor utilizou-se de tecnologias de ponta para a época e previu o que parecia impossível: a chegada do homem à Lua, que viria a ocorrer em 1969. Esse é um dos livros mais influentes do autor, e notadamente inspirou a obra de H. G. Well, o primeiro filme de ficção científico já feito Viagem à Lua (1902), de George Méliès, e a série de filmes De volta para o futuro. 

Vinte mil léguas submarinas

vinte mil léguas submarinas julio verne

Vinte mil léguas submarinas é a quarta obra na nossa lista de melhores livros de Júlio Verne. 

No ano de 1866, navios começam a naufragar e a trazer relatos para os portos de vários cantos do mundo sobre um monstro imenso que está aterrorizando os mares. 

Para resolver esse caso, o professor Anorrax, acompanhado do escudeiro Conselho e do arpoador Ned Land, inicia uma jornada para capturar a fera. 

O que ninguém desconfiava é que, na verdade, a fera era o submarino Náutilo, um prodígio da tecnologia comandado pelo capitão Nemo. 

Ao invés de capturar a fera, eles são capturados, feitos prisioneiros e começam a viver uma aventura ao redor do mundo. Eles ficam fascinados com o que veem durante essa jornada ao mesmo tempo que a angústia de estarem presos domina seus corpos. 

A ilha misteriosa

a ilha misteriosa julio verne

Um dos melhores livros de Júlio Verne, A ilha misteriosa foi publicado em 1874. A história se passa durante a Guerra da Secessão, quando 5 abolicionistas que eram feitos prisioneiros conseguem fugir num balão. Um deles cai ao mar e desaparece e os outros despencam no meio de um oceano em uma ilha misteriosa. Os 4 sobreviventes tentam a todo custo encontrar o amigo desaparecido e, em sua jornada, se deparam com acontecimentos estranhos e com muitos segredos (inspiração para a série LOST, quem sabe?). 

Cinco semanas em um balão

cinco semanas em um balão julior verne melhores livros

Esse foi o primeiro grande sucesso e se manteve com um dos melhores livros de Júlio Verne. 

Cinco semanas em um balão narra a aventura proposta por Samuel Fergusso, seu escudeiro Joe, e seu amigo fiel Dick Kennedy, em uma aventura inédita para a época: chegar à outra costa da África e encontrar no caminho a nascente do rio Nilo – tudo isso em um balão.

A história narrada é única e cheia de perigos, fazendo dessa obra uma deliciosa aventura em um território desconhecido pelos europeus de sua época. Detalhe: tudo foi fruto de estudo e invenção de Verne, que nunca pisou no continente Africano. 

A jangada

a jangada

A jangada é uma obra essencial para qualquer brasileiro que busca conhecer os melhores livros de Júlio Verne. 

Sem jamais ter estado no Brasil, o escritor conta a história de João Garral, um próspero e digno fazendeiro de Iquitos, no Peru, que precisa ir até Belém do Pará para casar a sua filha. 

Para realizar tal façanha, o fazendo constrói uma jangada autossuficiente. A viagem tem ainda um objetivo escondido, uma vingança de Garral contra uma condenação injusta vonte e seis anos antes. 

Como brasileiros, talvez poderemos identificar coisas inverossímeis na obra, mas é interessante para conhecermos a visão de outras partes do mundo sobre nosso país, que durante muito tempo foi um enigma para o resto do mundo. 

Dois anos de férias

dois anos de férias

Chegamos ao fim da nossa lista de melhores livros de Júlio Verne. 

Em Dois anos de férias vamos acompanhar um grupo de 15 aventureiros de um internato neozelandês que estão em uma nau (espécie de navio) que está à deriva. Os bravos garotos lutam para conseguir direcionar o barco para o caminho correto, porém acabam caindo em uma ilha e lá montam uma comunidade à espera de alguém para salvá-los. 

Você gostou de conhecer os melhores livros de Júlio Verne? Veja outros livros de aventuras recentes do blog. 

Crédito de foto: Frédéric BISSON

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.