melhores livros de sophie kinsella

10 Melhores Livros de Sophie Kinsella | Uma Best-seller Fenomenal!

Veja os 10 livros de Sophie Kinsella, uma escritora britânica best-seller que é autora de muitos romances espalhados pelo mundo, como Os Delírios de Consumo de Becky Bloom, que chegou a ganhar uma adaptação para o cinema.

Na verdade, Sophie Kinsella é um pseudônimo de Madeleine Sophie Townley. Madeleine lançou seu primeiro livro aos 24 anos, em 1995, enquanto trabalhava como jornalista financeira. No entanto, só passou a assinar as obras com o pseudônimo em 2000, com o primeiro volume da Série Becky Bloom.

(Neste artigo só terão obras da autora assinadas com o pseudônimo Sophie Kinsella)

Uma curiosidade: o pseudônimo foi criado a partir de uma junção de seu nome do meio com o nome de solteira da sua mãe, Patricia B. Kinsella.

Enfim… Esta autora desenvolveu obras de muita expressão ao longo de sua carreira. Além dos 9 volumes da famosíssima Série Becky Bloom, ela também escreveu títulos como O Segredo de Emma Corrigan, que também foi adaptado para os cinemas. Então, é conveniente que tenhamos um artigo em especial aqui no blog para falar desta grande figura da literatura.

Antes de conhecer os melhores livros de Sophie Kinsella, gostaria de fazer uma recomendação: se você gosta dos conteúdos do nosso blog, se inscreva nas nossas outras redes de comunicação para receber cada novo post em primeira mão → Canal do Telegram, Canal do Youtube e Instagram.

1 – O Segredo de Emma Corrigan

O Segredo de Emma Corrigan

Entre os livros mais badalados de Sophie Kinsella está, com certeza, entre as primeiras posições O Segredo de Emma Corrigan. Este livro traz, estampado em sua narrativa, a essência da autora, que sabe escrever romances leves, envolventes e cômicos como ninguém.

A trama deste livro tem uma proposta muito interessante e original: acompanhamos Emma incomodada por seus segredinhos. Mas, afinal, quem não tem segredos? Ela está prestes a fazer uma viagem de avião que parece ter sido programada para lhe causar problemas.

Bom, nesta viagem, o avião passa por muitas turbulências e, por acreditar que não vai sobreviver ao episódio, a protagonista acaba contando todos os seus segredos para o companheiro de voo bonitão que nunca mais veria na vida. No entanto, ela não sabia que ele era ninguém menos que Jack Harper, um dos fundadores da grande empresa na qual Emma trabalha. Ela nunca imaginaria que contar sua vida para um companheiro de voo poderia causar tantos problemas. (Como já foi dito, esse livro ganhou uma adaptação para o cinema).

2 – A Série Becky Bloom

Becky Bloom melhores livros de sophie kinsella

Esta segunda obra de nossa lista não é um livro específico, mas sim uma série que, definitivamente, fez muito sucesso. Inclusive, como já mencionado, o primeiro volume chamado Os Delírios de Consumo de Becky Bloom logo se tornou um fenômeno editorial e em 2009 ganhou uma adaptação para o cinema, estrelada por Isla Fisher e John Lithgow.

Becky Bloom tem um péssimo defeito: ela é uma consumista compulsiva que, apesar de ser jornalista e especializada em mercado financeiro, não consegue controlar suas próprias finanças. Endividada até o pescoço, a protagonista vive se esquivando do gerente do banco ao invés de pagar a fatura do cartão. E, mesmo em meio ao caos econômico da vida de Becky, ela ainda encontra tempo para se apaixonar.

O primeiro volume da série foi o primeiro livro que a escritora assinou com o pseudônimo de Sophie Kinsella; e hoje a série tem 9 volumes.

3 – Minha Vida Não Tão Perfeita

Minha Vida Não Tão Perfeita sophie kinsella

Este é um romance de 2017 de Sophie Kinsella, que, já muito renomada mundialmente em virtude dos seus trabalhos, continua criando narrativas excepcionais, com boas doses de diversão, amor e confusão. Sua literatura desta vez ataca explicitamente o tema atual das vidas perfeitas do Instagram.

Acompanhamos a protagonista Cat Brenner, que tem uma moradia “invejável” em Londres, um “emprego dos sonhos” e um perfil no Instagram que é o retrato da “perfeição” da sua vida. Bom, isso é o que a rede social faz parecer! Na verdade, seu flat não é lá essas coisas, seu emprego chega ser irritante e sua vida possui ingredientes que não saem nas fotos.

Cat alimenta a esperança de que as coisas um dia vão mudar, mas o que realmente acontece é que seu mundo desmorona quando a sua chefe bem sucedida a demite. Assim, a protagonista volta para a casa da sua família em sua cidade natal. Lá ela decide ajudar o pai e a madrasta a construir um camping luxuoso, onde, por um acaso inacreditável, ela terá a chance de estar cara a cara com sua chefe novamente.

4 – Te Devo Uma

Te Devo Uma

Entre os livros badalados de Sophie Kinsella, está Te Devo Uma. Neste romance, conhecemos Fixie Farr, que, definitivamente, tem um grande compromisso com a organização e se esforça ao máximo para que tudo esteja em seu devido lugar.

Desta forma, quando um desconhecido pede para que tome conta de seu notebook por um instante, ela se compromete de tal forma que acaba salvando o objeto de um desastre. Sebastian, muito agradecido e sem saber como retribuir, entrega a Fixie um protetor de copo, após escrever nele a seguinte frase: “Te devo uma”.

Assim, quando Sophie se mete em uma complicação por conta de um amigo antigo, ela se encontra com uma grande dívida, ocasionando em uma troca de favores quase mercadológica. Neste contexto, Sebastian volta à narrativa e Fixie se vê obrigada a enfrentar um passado doloroso para poder construir o futuro que merece.

5 – A Lua de Mel

A Lua de Mel

Sophie Kinsella é simplesmente excelente quando o assunto é originalidade, sempre trazendo livros com romances inusitados para o seu público.

Desta vez, conhecemos a protagonista Lottie, que já não aguenta mais os namorados descompromissados quando o tema é casamento. Dessa forma, quando, inesperadamente, seu antigo namorado aparece no cenário de sua vida, lembrando do pacto que um dia fizeram — de que se aos 30 anos os dois ainda não estivessem casados, eles se casariam —, ela não pensa duas vezes.

O plano é ser prático e rápido, se direcionando imediatamente ao altar sem nem haver noivado. O maior foco é a lua de mel, que será na ilha grega onde se conheceram. No entanto, há muitas pessoas insatisfeitas com a situação. Família e amigos estão determinados a interferir. Uma trama que vai te render muito entretenimento ao longo de 545 páginas!

6 – Amar É Relativo

Amar É Relativo

Neste sexto livro da nossa lista, Sophie Kinsella entrega mais um romance maravilhoso adaptando sua escrita à era atual, onde os aplicativos e algoritmos reinam.

Ava, a protagonista da vez, já não aguenta mais procurar um namorado nesses aplicativos de relacionamento. Se recuperando de um término recente, está decidida a não pensar em homens por um tempo e seu novo desafio é um retiro de escrita na Itália, onde os participantes não podem revelar sua real identidade nem fornecer qualquer informação sobre sua vida pessoal. E… Mais desafiador ainda: celulares são proibidos! Mas será ótimo, já que Ava pretende focar na escrita de seu livro.

É óbvio que ela vai adorar quando seus planos forem frustrados por um galã autodenominado Holandês. Assim, ela vive grandes momentos no retiro e quando retorna a Londres está inegavelmente apaixonada. Todavia, à medida que a ficção dá lugar à realidade, eles vão entendendo que não são tão compatíveis assim. A questão é: será que eles vão conseguir superar as diferenças e viver uma linda história de amor?

7 – Samantha Sweet: A Executiva do Lar

Samantha Sweet: A Executiva do Lar

Este não podia faltar entre os melhores livros de Sophie Kinsella. Nesta obra, acompanhamos a trama de Samantha Sweet, uma jovem advogada muito boa no que faz e que, apesar disso, vê sua vida tomar um verdadeiro capote, após cometer um erro trágico que causa um prejuízo milionário à empresa onde trabalha.

Samantha, abalada, se candidata para um emprego em outra cidade. Não tendo prestado tanta atenção nos requisitos do trabalho, ela vai se surpreender com seu novo  “trampo”. Ela sempre foi muito empenhada ao exercer sua profissão como advogada e não tinha tanto tempo para os afazeres domésticos, mas agora ela vai ter de aprender novas habilidades que uma dona de casa deve ter.

Seu novo serviço inclui, além de tarefas como assessora de uma socialite, atividades básicas como passar roupas com um ferro quente e lavar roupas em uma máquina que ela não faz ideia de como usar.

8 – Mas Tem Que Ser Mesmo Para Sempre?

Mas Tem Que Ser Mesmo Para Sempre?

Sophie Kinsella explora em seus livros diversificadas formas de romance. Em Mas Tem Que Ser Mesmo Para Sempre? acompanhamos a carismática história de Sylvie e Dan.

Já faz 10 anos que os dois estão juntos, desfrutando de um casamento perfeito, onde os dois se dão muito bem, são muito bem sucedidos e têm duas filhas lindas. No entanto, até mesmo a perfeição pode ser motivo de insatisfações e, neste caso, pode chegar ao desespero!

Certo dia, eles vão ao médico e contemplam uma outra característica de suas vidas perfeitas: são extremamente saudáveis e, segundo o especialista, podem viver até 68 anos juntos. Uma notícia que era para ser incrível se torna motivo de aflição, pois o medo do “para sempre” agora assola a família.

É, então, que a trama fica divertida… Para manter a chama da paixão acesa e sustentar o casamento antes que o marasmo se instale em sua casa, passam a viver de uma maneira mais dinâmica, fazendo surpresas mútuas e coisas assim. Porém, esta nova dinâmica acaba trazendo vários contratempos e pode revelar verdades não ditas, mostrando que a pessoa que você mais conhece pode ser a mais capaz de te surpreender.

9 – Lembra de Mim

Lembra de Mim

A renomada autora, neste romance, traz uma proposta muito interessante e um enredo bem envolvente.

Somos apresentados à Lexi, a protagonista, em uma tremenda confusão mental, após acordar num leito de hospital. Por conta de um acidente de carro, ela perdeu uma parte importante de sua memória. Ela pensa que está no ano de 2004 e que tem 25 anos, mas, na verdade, ela está em 2007 e já tem 28 anos.

A maior surpresa é ver tudo que ela conquistou: chefe do seu departamento, uma aparência exuberante e casada com galã milionário. Lexi não faz ideia de como isso aconteceu!

Nesta trama misteriosa, a protagonista vai descobrindo coisas preocupantes em sua nova vida perfeita. Um livro de revelações bombásticas e, enquanto Lexi tenta recuperar sua memória, os leitores têm entretenimento garantido por muitas horas.

10 – Menina de Vinte

Menina de Vinte

Acima, já havia falado que Sophie Kinsella explora muitas formas de romance com seus enredos inusitados. Afirmação que se confirma aqui. Em Menina de Vinte, temos uma trama bem interessante.

A vida de Lara Lington não está nos seus melhores momentos. Com uma situação complicada no escritório e com problemas amorosos com seu namorado. E, além de ter que ouvir os sermões dos seus pais, tem que acompanhá-los para o funeral de sua tia-avó de 105 anos, que, aliás, nunca conheceu.

Lara não vê a hora de se ver livre do compromisso familiar, quando, de repente, algo estranho acontece: uma moça de cerca de 20 anos, vestida com roupas da década de 20 aparece exigindo seu colar para, então, poder descansar em paz. Esta é Sadie Lancaster, tia-avó de Lara.

O grande problema é que apenas a protagonista pode vê-la. Lara chega a duvidar da própria sanidade e, em pouco tempo, ela se vê em uma divertida e romântica trama junto a outra menina de vinte anos de uma época diferente. A busca por esse colar rende poucas e boas!

Gostou de conhecer os melhores livros de Sophie Kinsella? Veja também outros posts recentes do blog!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.