trabalhe 4 horas por semana resenha

Trabalhe 4 Horas Por Semana – Resenha do Livro

Hoje vamos tratar aqui no blog de uma das obras de desenvolvimento pessoal mais importantes e influentes do mundo, fazendo uma resenha do livro Trabalhe 4 Horas Por Semana, de Timothy Ferris. Essa obra irá contar a história do autor do livro, que também é um empreendedor e que conseguiu otimizar e automatizar processos em sua empresa – reduzindo cerca de 80% do seu trabalho. 

Essa mudança no seu processo de decisão, permitiu que ele se dedicasse também a outras áreas da vida, atingindo a alta-performance em diversas atividades. 

Alguns exemplos: chegou a ser tetracampeão mundial de vale-tudo; foi o primeiro americano da história a conquistar um recorde mundial de tango que ficou registrado no Guinness, virou fluente em japonês, chinês, alemão e espanhol, foi ator de tv na China, Hong Kong e na Tailândia, entre outros feitos. 

Ele também é um dos pioneiros do estilo de vida de Nômade Digital, basicamente tornando viajar e conhecer novos países e cultura como uma das principais missões da sua vida. 

>>> Está gostando da nossa resenha de Trabalhe 4 Horas Por Semana? Cadastre-se também em nosso Telegram e Instagram para receber nossos textos sempre em primeira mão!

Resenha de Trabalhe 4 Horas Por Semana: O que vamos encontrar na obra

Continuando nossa Resenha de Trabalhe 4 Horas Por Semana, vamos ver como Tim Ferriss usou processo de automação para liberar o tempo dele dentro de uma empresa e como isso, de fato, não causou prejuízos a operação dela. 

Conheceremos então uma breve explicação sobre a criação da sua empresa de suplementos alimentares chamada BrainQUICKEN. 

Nessa empresa, Tim Ferris percebeu que ele era o maior gargalo da sua própria empresa, pois concentrava a maior parte das decisões – e trabalhava muito mais do que gostaria. 

Concedendo Autonomia e Automatizando Processos

Sua lógica principal foi estabelecer processos em que todos os prestadores de serviços e colaboradores da sua empresa tivessem mais autonomia, inclusive de tomar qualquer decisão cujo impacto fosse não maior que $200 dólares nas finanças da companhia. 

Quem produziu o seu suplemento era uma companhia terceira e o seu call center também era terceirizado. Além disso, Tim Ferris também criou uma rede de assistentes virtuais que o ajudam a ignorar e-mails irrelevantes e a realizar tarefas profissionais e cotidianas que, muito embora sejam simples, tomavam muito tempo dele. 

Combinando a terceirização com o poder da internet, Tim Ferris conseguiu reduzir a sua carga excessiva de trabalho e começou a viver e aproveitar o que ele achava que era o lado bom da vida. 

Outro ponto importante ressaltado pelo autor no livro é que as pessoas, em geral, não querem o dinheiro pelo dinheiro, mas sim pelas experiências que ele pode trazer.

Assim, de nada adianta você prosperar em uma empresa se ela só funcionar com você ali. Se você ganhar dinheiro, mas não puder dispor de seu tempo para fazer o que você sempre sonhou. 

É nesse ponto que o autor nos propõe uma visão alternativa sobre o dinheiro, que vamos exemplificar abaixo. 

Caso 1 – Um sujeito que ganhe R$10 mil por mês, mas que trabalhe presencialmente em São Paulo, paga aluguel, carro e almoça fora todos os dias por cerca de R$40, pois trabalha 70 horas por semana e não consegue arranjar tempo para fazer a própria comida. 

Caso 2 – Um sujeito que ganhe R$5 mil por mês, mas que trabalhe consideravelmente menos horas – 20h por semana.  Além disso, esse sujeito trabalha de maneira remota, podendo escolher uma cidade do interior ou um país onde nosso câmbio é favorável para morar, fazendo com que seu dinheiro consiga lhe proporcionar uma melhor qualidade de vida (por exemplo na Argentina, Tailândia, Indonésia ou Egito). 

Veja, em termos absolutos, o primeiro sujeito pode ser considerado mais rico, porém em termos relativos ele ganha cerca de R$ 35 / hora, já o segundo sujeito irá ganhar cerca de R$ 62,50 / hora, consideravelmente mais que o primeiro. Além disso, ele poderia utilizar da sua mobilidade geográfica para escolher um dos países supracitados e aumentar o seu poder de compra e, consequentemente, seu padrão de vida. Um outro fator, não menos importante, é quantidade de tempo disponível que o sujeito 2 teria para: 

  1. Realizar seus projetos pessoais;
  2. Viajar;
  3. Criar novos negócios;
  4. Passar tempo com a família. 

O Método DEAL

resenha do livro trabalhe 4 horas por semana

É importante ressaltar nessa resenha de Trabalhe 4 Horas Por Semana que o autor introduz como um dos conceitos mais importantes o da criação de microaposentadorias durante a vida, ou seja, de negócios que rodem praticamente no automático, com o mínimo de supervisão possível. Aliás, ele irá dedicar várias páginas com exemplos reais de pessoas que criaram empresas com essa lógica. Essas microaposentadorias, que nada mais é do que formas de renda quase passiva, é o que vai te possibilitar ter recursos para se manter e realizar os seus objetivos maiores. 

Por fim, ele passa para a gente 4 regras ou conceitos que ele acredita serem os necessários para que se atinja esse modo de vida – e que ele irá chamar de método DEAL. Sendo eles: 

  • Definição (técnicas de como escolher e desenvolver o que você realmente deseja); 
  • Eliminação (Conhecemos a regra de pareto: 20% dos esforços trazem 80% dos resultados. Como eliminar processos ineficientes); 
  • Automação (Como colocar negócios no piloto automático);
  •  Liberação (As miniaposentadorias e a liberação de qualquer fixação geográfica que você ainda possua). 

Definição

Um dos pontos-chave é o local de partida para todos que desejam seguir essa filosofia. Fato é: a maior parte das pessoas não sabe exatamente o que quer. Mas também é verdade que a maior parte das pessoas sabe o que não quer. 

E qual você considera que é o oposto de felicidade? Tristeza? Bom, Timothy Ferris considera que é o tédio. 

Na Definição somos ensinados a compreender o que realmente queremos para nossas vidas, e nos são feitas algumas simples perguntas e alguns passos simples que irão nos ajudar neste ítem. 

  • O que você faria se não houvesse a possibilidade de falhar?
  • Quais são seus quatro sonhos que mudariam toda a sua vida?
  • Qual a sua renda necessária para prover esses sonhos?
  • Determine 3 passos para alcançar esses sonhos. 
  • Desafie o seu conforto. 

Eliminação

Uma resenha de Trabalhe 4 Horas Por Semana também não poderia deixar de mencionar esse o passo 2 proposto pelo livro. 

Aqui vamos reaprender o conceito de gerenciamento de tempo de uma forma nunca antes vista. Vamos entender o que, de fato é produtividade (foco total no conceito de pareto – 80/20), a diferença de ser eficaz e eficiente, como ignorar reuniões irrelevantes e até mesmo notícias (sobre as quais você não tem nenhum controle e muito provavelmente não irão afetar a sua vida). 

Neste capítulo também nos serão propostas algumas perguntas e atividades para que possamos botar em prática o que aprendemos. 

  • Se você tivesse um ataque cardíaco e só pudesse trabalhar duas horas por dia, o que você faria? 
  • Quem são os 20% de pessoas responsáveis por 80% do que lhe dá prazer e o empurra para frente?
  • Quais são as 3 principais atividades que uso para preencher o tempo para me sentir como se estivesse sendo produtivo?
  • Existe a possibilidade de você estar inventando coisas para fazer para evitar o que é importante?

Responda honestamente a essas perguntas e elas o levarão a conseguir eliminar tarefas desimportantes do seu dia. 

Automação

Neste capítulo iremos aprender praticamente a terceirizar a vida (rsrs). 

Basicamente seremos apresentados a diversas técnicas e ferramentas de automação destinadas a liberar tempo na sua agenda. 

Entre as tarefas propostas indicadas pelo autor está a de contratar um assistente virtual (terceirizado) e delegar algumas tarefas (identificar 5 tarefas não profissionais que mais consomem seu tempo para fazer isso). Essa parte do capítulo é mais facilmente aplicável a países que falam inglês e com moeda corrente mais forte que a nossa e com diversos outros países de língua igual, mas onde o dólar tem um poder de compra maior. Mesmo assim, é possível pegar a ideia do capítulo. 

Liberação

Terminamos a nossa resenha de Trabalhe 4 Horas Por Semana com o capítulo sobre Liberação. Nele vamos focar nas atividades que irão lhe libertar do trabalho fixo em uma localidade para que você possa destinar seu tempo em qualquer atividade e local do mundo (e poder aproveitar também os benefícios de estar em um país com moeda mais fraca que a sua, por exemplo). 

Gostou de ver essa resenha do livro Trabalhe 4 Horas Por Semana  de Timothy Ferris? Veja outros posts recentes do blog. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.