melhores livros de jane austin

9 Melhores Livros de Jane Austen: A maior Romancista do Século XIX

Os melhores livros de Jane Austen vêm marcando gerações, através de um estilo clássico onde criou diversos contos, romances e peças desde a sua adolescência. 

Suas obras são reconhecidas por terem personagens femininas mais complexas, explorando conflitos internos e externos, principalmente quando o assunto é gênero e as relações entre as classes sociais. Algo ainda mais comum na época em que viveu.

O que talvez você não saiba, e nem a gente, é a verdadeira imagem da autora, já que a única “foto” que temos dela é um retrato pintado por sua irmã, Cassandra. Mas que algumas fontes próximas revelaram ser bem diferentes do real. 

Além disso, a família literalmente queimou muita coisa de Jane na tentativa de retrata-la como uma mulher dócil e impecável, o que também muitos dizem que não é verdade. 

E não é só isso, cada um dos vizinhos e próximos da grande autora de clássicos a retrata de uma forma. 

Mas, o que podemos tirar de tudo isso é que a autora ousou explorar os conflitos familiares, as intrigas que aconteciam no meio rural, quebrando diversas regras no processo. 

Inclusive, Jane nunca se casou, mas se encantou por um sobrinho de uma família próxima e diversas cartas foram enviadas entre eles, o que foi considerado uma vergonha para a época. 

Jane nasceu em 1775 e morreu em 1817, apenas seis anos após a publicação de sua primeira obra e não há como negar: mais que clássicos, Jane deixou histórias, curiosidades, perguntas e um universo dentro das obras. 

Orgulho e Preconceito 

orgulho e preconceito

Orgulho e Preconceito é também um dos livros mais conhecidos da autora e que já inspirou diversas obras, inclusive no cinema e é considerada uma das maiores obras de romance de todos os tempos.

A história se passa na Inglaterra, no final do século XVIII e nos apresenta a Elizabeth Bennet, de 20 anos. 

Na obra, acompanhamos as dificuldades de uma mulher para ascender socialmente, principalmente quando o dote era pequeno. 

Considerada como um novo tipo de heroína, Elizabeth vai mostrar que não é preciso seguir um estereótipo para conquistar o nobre Darcy ao mesmo tempo que defende suas posições. 

É válido destacar que o romance faz uma crítica fervorosa a futilidade feminina, comum naqueles anos, ao mesmo tempo que apresenta alguém admirável, forte e capaz de alcançar a própria felicidade. 

Emma 

Emma

Um dos melhores livros de Jane Austen para aqueles que querem saber mais do que as aparências, Emma também é a obra que inspirou um clássico adolescente: As Patricinhas de Beverly Hills. 

Aqui, conhecemos uma protagonista diferente: aparentemente esnobe, Emma faz parte da classe rica e esconde bem a ambição de garantir a felicidade das outras pessoas. 

Mas o destaque está para a sua função cupido, quando percebe que tem um certo talento para juntar casais. 

Trabalhando com esse talento em uma pequena aldeia, as atenções de Emma se voltam para uma amiga, Harriet, se metendo em diversas confusões pelo caminho. 

A narrativa de Emma é um misto de amizades sinceras, amor, situações inusitadas e muito bom-humor. 

Persuasão

persuasão jane austen

Persuasão é um romance que divide opiniões: enquanto muitos ama e defendem com unhas e dentes, outros simplesmente não suportam a obra. 

Vai entender não é mesmo? 

O que não dá para negar é que o clássico está entre um dos melhores livros de Jane Austen. 

Dessa forma, você vai sentir que o estilo é um pouco diferente, já que é um texto mais descritivo, nomes que parecem estar sempre sendo repetidos, trama que ora envolve e ora parece se distanciar do leitor.

De acordo com alguns, a obra teria sido inspirada no próprio amor de Jane Austen. 

Aqui, conhecemos Anne Elliot, filha de um baronete e que está correndo no tempo: 30 anos e nenhum marido. 

Mesmo que já tenha ficado noiva quando jovem, Anne acabou quebrando o compromisso porque o noivo era pobre. Mas as coisas mudam e, agora, o Capitão voltou rico e está cortejando a amiga da “ex”. 

Razão e Sensibilidade

razão e sensibilidade

Nesta obra, é quase certo de que você vai se identificar com uma das protagonistas e, provavelmente, odiar a outra. 

Eleanor, que é a razão, e Marianne, que é a sensibilidade, são duas jovens e irmãs que acabaram de perder o pai. Sendo deixadas com sua mãe e uma outra irmã para enfrentar as dificuldades da vida. 

Com o genitor morto, o restante da família vê sua fortuna ir por água abaixo e precisa trocar todos os confortos, incluindo a mansão em que viviam por um chalé simples. 

Dessa forma, acompanhamos todas essas mudanças a partir das duas irmãs, e como cada uma age diante disso.

 Ao mesmo tempo, vemos os desafios que vão surgindo ao longo do tempo, os amores e a busca por um equilíbrio. Isso torna essa obra um dos melhores livros de Jane Austen.

Audácia e Presunção

audácia e presunção

Os Watson é uma obra inacabada e, ainda assim, conquista o título de um dos melhores livros de Jane Austen, ainda que não tenha um fim. 

Aqui somos convidados a conhecer o mundo dos grandes salões de bailes, as famílias rurais ricas, arrogância, amores e muito mais. 

Para isso, acompanhamos a família Watson, composta por um padre viúvo, quatro filhas e mais dois filhos. 

Um dos focos da obra é em um casamento arranjado por uma das tias para Emma, a filha mais jovem e também mais refinada, criada separadamente das irmãs. 

O resultado, é que Emma decide voltar para a casa do pai a fim de evitar o casamento. 

Com um toque de audácia e muita presunção, temos um pai que já está adoecido, conflitos entre os filhos e repleto de momentos irreverentes. 

A Abadia de Northanger 

A Abadia de Northanger

Jane Austen mostra em A Abadia de Northanger que não era apenas uma escritora voraz, mas que também era capaz de entender e satirizar outros romances que vinham sendo escritos na época. 

A comédia foi desenvolvida para satirizar os romances góticos, repletos de muito, muito drama e sempre exagerados. 

Para isso, a autora aborda diversas temáticas humanas a partir de uma personagem central, Catherine, que divide o seu tempo entre tédio e tranquilidade. 

Saindo da zona rural, Catherine vai para a agitada cidade de Bath para passar uma temporada. 

Ainda que seja ingênua, a protagonista tem energia de sobra e ama esses romances góticos, lendo um após o outro e cativando o leitor a conhecer mais, rir e se divertir junto com ela pela cidade. 

Inclusive, é na Abadia que Catherine vai conhecer o grande amor de sua vida. 

Amor e Amizade 

amor e amizade jane austen

Amor e Amizade é a melhor leitura para aqueles que procuram ironia, situações no mínimo estranhas e uma protagonista que foge dos padrões da época.

Portanto, aqui você vai conhecer a incrível e diferente Lady Susan. 

Susan está passando por um período conturbado de fofocas sobre seus casos amorosos, que vem acontecendo desde que ficou viúva. 

Na tentativa de fugir dos burburinhos que circulavam para todos os cantos, Lady Susan decide passar uma temporada na casa dos antigos sogros ao mesmo tempo que procura um novo marido. 

Mas será necessário procurar bem, já que esse pretendente precisa agradar não apenas essa viúva, mas também a filha, Frederica. 

Amor e Amizade é uma obra mais dinâmica, onde coisas acontecem o tempo inteiro, o que exige um pouco mais de atenção do leitor. 

Além disso, você vai notar toda a ironia e acidez da autora em cada página, sendo uma das obras que mostram parte da evolução escrita de Jane. 

Mansfield Park 

mansfield park melhores livros de jane austen

Em Mansfield Park, você vai conhecer Fanny, que deixa a casa dos pais para morar com os tios na esperança de uma vida melhor. 

A protagonista possui diversas características muito atribuídas a mulheres naquela época: frágil, vulnerável, tímida e muito insegura. 

Ao se mudar para Mansfield, Fanny tem que lidar não apenas com a partida da casa dos pais, mas também passa a conviver com outros familiares, que estão bem longe de serem amorosos ou compreensivos com a garota. 

Nesta casa, ela conhece Edmundo, um primo que se torna o seu grande amor e garante o único bom tratamento dela neste novo mundo.

A escrita da obra é um pouco mais lenta, uma característica da autora, que vai mostrando o crescimento da protagonista, hora mais lento e hora mais rápido, caracterizando-a como um dos melhores livros de Jane Austen.

Dessa forma, também vemos que Fanny foi a segunda opção de Edmund, que o lugar todo está repleto de pessoas que não tem medo de mostrar seu verdadeiro lado e uma protagonista que, ao final, está mais ativa e confiante.

Portanto, Mansfield Park é uma história sobre outras histórias, sobre pessoas e suas personalidades, sobre amadurecimento e as necessidades da vida. 

Sanditon 

sandinton jane austen

Por fim, temos uma obra que já inspirou uma série de mesmo nome que vem arrancando suspiros por onde passa. 

A obra inacabada promete um fim nas telinhas para os amantes de Jane, sendo que toda a história se passa no século 19. 

Inclusive, este foi o último romance escrito pela autora e acontece em uma cidade à beira-mar. Trazendo uma previsão do que se esperava para os próximos anos, é possível observar os impactos da revolução industrial e até como seria a nova sociedade. 

Aqui, acompanhamos Charlotte, uma mulher impulsiva que se muda com a família para uma nova cidade, nome da obra. 

Recém-chegada, a bela jovem já se envolve em diversas intrigas locais, flertes, promessas de romances. Tudo acompanhado pela amizade entre as famílias de Charlotte e Parker. 

Aos entusiastas, Jane criou aqui um universo único: com um lado mais sombrio representado por Parker, contrastes sociais e nas estruturas dos lugares. 

Algo que infelizmente não foi aproveitado na série, mas que você pode conferir na obra. 

Além dos melhores livros de Jane Austen 

Dizer que Jane é uma autora voraz e insubstituível é pouco. E, como resultado, é de se esperar que suas obras inacabadas continuem assim: sem um ponto final. 

Indo um pouco além dos livros mais conhecidos, você pode conferir o Lady Susan, as novelas e muitos outros contos, disponíveis em volumes completos, outros separados e alguns perdidos por aí. 

Além disso, você pode conferir diversas obras inspiradas nos livros de Jane, ainda que nem todos sejam muito fiéis e que não tenham a riqueza dos detalhes apresentados nos livros. 

Da mesma maneira, muitas obras que não levam o título do livro, tiveram inspiração em alguma obra da Austen, mostrando que é possível fazer boas adaptações dos temas que a autora discutia. 

Exemplo disso inclui o “De frente com meu ex”, “Sem prada sem nada”, “Material Girls”, “ O diário de Bridget Jones”, “Noiva e Preconceito”, “O clube de leitura de Jane Austen”, “Austenland” e muitos outros. 

Portanto, seja você um fã ou mesmo um leitor que está entrando agora nesses clássicos, vale a pena conferir. 

Gostou de conhecer os melhores livros de Jane Austen? Veja outros posts recentes do blog!

Crédito de imagem: Photo by SuzyHazelwood from PxHere

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.