gente ansiosa resenha

Gente Ansiosa: Resenha Literária Desse Romance Cômico e Emocionante

Gente Ansiosa é o mais novo romance best-seller do autor Fredrik Backman, que é conhecido por sempre escrever narrativas com a perfeita mistura da emoção com o humor, capturando a essência mais profunda do ser humano. Provando seu sucesso estrondoso, em dezembro de 2021 o livro foi adaptado para uma minissérie com 6 capítulos para a Netflix. 

O resumo de Gente Ansiosa gira em torno de um assalto a banco que fracassa e acaba virando uma situação com reféns em um apartamento que estava em visitação, incluindo um grupo de oito pessoas completamente opostas, onde cada um precisa de um tipo específico de resgate em suas vidas – inclusive o assaltante – e é nessa situação que seus medos, ansiedades, mágoas, segredos e paixões começam a transbordar. É uma história sobre idiotas (como o próprio autor se refere) e ela te fará rir, chorar e refletir sobre as ansiedades da vida, sobre o que é ser adulto e principalmente a como enfrentar as situações que as circunstâncias das vida nos colocam. 

Alerta dos gatilhos que o livro pode provocar nos próximos tópicos. 

>>> Esta Resenha de Gente Ansiosa é uma collab entre o blog Os Melhores Livros e o Ig Literário @recapitulos (onde você também encontra conteúdos incríveis). Para receber esse e outros textos em primeira mão, você também pode acompanhar o blog no nosso canal do Telegram ou no nosso Instagram

O Autor: Quem é Fredrik Backman?

Fredrick Backman é jornalista e escritor nascido na cidade de Estocolmo, Suécia, onde vive atualmente com a esposa e dois filhos. O autor é conhecido por reunir em seus livros diversos personagens com histórias e personalidades difíceis, criando um panorama da triste condição humana. Os seus livros são bestsellers mundiais, com grande sucesso junto do público e da crítica, o autor já foi indicado ao Goodreads Choice Awards de Melhor Ficção, Audie Award for Fiction, e suas obras contam também com adaptações cinematográficas e para serviços de streamings, como atualmente Gente Ansiosa foi adaptado para Netflix. 

Além de Gente Ansiosa outras obras do autor são: Minha avó pede desculpa, Um homem chamado Ove – best-seller internacional do New York Times –, Britt-Marie Esteve aqui, And Every Morning the Way Home Gets Longer and Longer, entre outros títulos. Sua obra já foi publicada em mais de 40 idiomas.

Resumo de Gente Ansiosa

gente ansiosa

É véspera de ano novo, um apartamento perto de uma ponte está à venda, oito pessoas visitam o local para a compra e perto dali está ocorrendo um assalto a um banco. O que essas duas situações têm em comum? Não teriam nada em comum se o assaltante de bancos não tivesse fracassado e em plena fuga acabasse se escondendo ali. Desse modo, o assalto a banco acaba virando uma situação estranha de reféns. 

Em um resumo de Gente Ansiosa, podemos dizer que essa história é sobre um crime que nunca aconteceu, sobre as pessoas em um apartamento, sobre dois policiais, uma terapeuta e tudo que faz com que essas histórias estejam interligadas. A narração do livro é realizada por todos os personagens que são considerados principais para que a história se desenrole, e cada um deles carrega a sua própria bagagem de medos, segredos, mágoas, reclamações e paixões, o livro se desdobra como um quebra-cabeça que precisa ser montado, para dar forma a peça final. O mais interessante desse tipo de narração é que quando você acha que já entendeu tudo tem uma reviravolta que te surpreende ainda mais. 

É um livro sobre a vida e o que cada pessoa faz com o tempo que tem dela, é sobre a amizade, o perdão, a esperança e a ansiedade de fazer com que tudo dê certo, é sobre a empatia, sobre enfrentar os medos e ultrapassar as barreiras que foram levantadas ao redor de si mesmo. É sobre as verdades surpreendentes e eventos tão inusitados que nem eles próprios são capazes de explicar.

O Assaltante e os Reféns 

Em alguns momentos o livro Gente Ansiosa vai fazer com que ocorra um questionamento de ética e moral e a história do assaltante de bancos é um desses momentos. Uma pessoa normal, passando por dificuldades e que toma a drástica decisão de assaltar um banco. O assaltante (que não é assaltante) nunca pegou em uma arma, mas encontra uma por acaso e decide usá-la, não para machucar ninguém, mas apenas para instigar o assalto. como está desesperado, ele comete um erro, nada grave, mas um erro que põe seu plano por água abaixo. 

Há oito pessoas em um apartamento à venda, às vésperas de um novo ano. Esse é um grupo totalmente desconhecido e diferente uns dos outros. O grupo inclui um casal recém-aposentados que procura sem parar casas para reformar, evitando a verdade dolorosa de que não é possível reformar o casamento. Há uma diretora de banco rica, ocupada demais para se preocupar com outras pessoas, e um casal que esta prestes a ter o primeiro filho e não concorda sobre nada. Acrescenta-se uma mulher de 87 anos que já viveu demais para temer uma ameaça à mão armada, uma corretora imobiliária assustada, mas ainda disposta a vender, e um homem misterioso que se trancou no único banheiro do apartamento, e, assim, completamos o pior grupo de reféns do mundo.

Cada personagem carrega seus próprios problemas e estão desesperados por algum tipo de resgate. Conforme as autoridades e a imprensa cercam o prédio, os personagens dessa desastrosa situação de reféns revelam verdades surpreendentes e desencadeiam eventos tão inusitados que nem eles próprios são capazes de explicar.

Os Policiais e a Investigação

Dez anos antes dos acontecimentos desse livro, em uma noite de inverno um homem estava parado em uma ponte, e isso desencadeou diversas consequências para os personagens desse livro, principalmente para um jovem que naquela noite decidiu ser policial. Nessa história há dois policiais, o jovem que sonha sempre em salvar pessoas e se provar a cada caso, e o policial mais velho, cansado e que já viu coisas demais nessa carreira, mas não o suficiente para não ser mais surpreendido com um caso tão inusitado quanto o caso de reféns da véspera de ano novo. 

Ambos os policiais têm suas histórias de vida contadas e são narradores dessa história, suas vidas também são entrelaçadas com outros personagens do livro, e isso tudo será descoberto através do caso de reféns. A parte de narração dos dois policiais é o núcleo mais cômico do livro Gente Ansiosa, junto com as entrevistas com os reféns que traz um certo tipo de confusão e um humor ácido, é junto com eles que você vai tentar desvendar o crime que está acontecendo, ou simplesmente descobrir antes deles. 

A Terapeuta e a Paciente

Há dez anos uma mulher recebeu uma carta que nunca teve coragem de abrir, uma mulher rica e solitária que é diretora de um banco, uma mulher que não liga para ninguém além de si mesma e da carta que carrega na bolsa para onde quer que ela vá. Era véspera de ano novo e essa mulher estava em um apartamento à venda muito abaixo do seu padrão, o apartamento tinha vista para uma ponte onde a há dez anos tinha um homem parado em uma noite fria. 

Um pouco antes do acontecimento do caso de refens, essa mulher decidiu procurar uma terapeuta, uma mulher jovem e recém formada, com uma pintura na parede que intrigava a mulher. O relacionamento dessas duas não será nada fácil, a paciente muitas vezes conduz a terapia de forma que a terapeuta ficará com mais perguntas do que tenha respostas sobre sua paciente, que sempre está com um humor ácido de que preferia estar em qualquer lugar do que ali. Mas então qual o real objetivo dessa mulher procurar essa terapeuta? O que há em comum na vida dessas mulheres tão diferentes? No decorrer do livro você vai descobrir e se surpreender.

As Reflexões Que Gente Ansiosa Nos Causa

Gente Ansiosa é um livro adulto, ele nos mostra as dificuldades da vida e como podemos fazer para superá-las. Com situações e personagens complexos, não tem como ler esse livro sem nos identificarmos nem que seja uma vez com alguma situação ou sentimento descrito nele. Os personagens de Gente Ansiosa carregam cada um as suas próprias dores, inseguranças, medos, fraquezas e arrependimentos, a bagagem de cada um é imensa, tal qual qualquer pessoa adulta que já tenha vivido o suficiente e o livro conta a história dos desdobramentos desses sentimentos, mostra que não existe coincidência e sim destino, mostra que a sua vida pode estar entrelaçada com alguém que você nem imagina e essa pessoa é a respostas de todas as suas perguntas não respondidas. 

Esse é aquele tipo de livro que você começa a ler sendo uma pessoa e termina sendo outra de tantas coisas que você aprende e reflete com ele, é o tipo de livro que te desperta empatia, que te faz questionar o certo e o errado e faz você parar no meio da leitura para respirar fundo, para refletir sobre aquilo que acabou de ler, seja um acontecimento, um sentimento, um plot ou até mesmo um gatilho, por isso o aviso mais acima para ter cuidado com eles. 

É um livro inesquecível, surpreendente e reflexivo.

A Essência Confusa de Ser Humano

A PublishNews classificou Gente Ansiosa como um livro que mostra a essência confusa de ser humano, pois ninguém é realmente aquilo que parece, os personagens desse livro são constituídos por pessoas comuns, daquelas que você vê na rua todos os dias e nao imagina o que se passa em seu interior e por muitas vezes nem liga. Quando começamos também imaginamos que são pessoas mais do que comuns e à medida que o livro avança vamos mergulhando diretamente no interior turbulento de cada um desses personagens, do assaltante aos reféns (cada um deles), do policial mais novo ao policial mais velho, da diretora de bancos a terapeuta.

O autor Fredrick Backman consegue retratar tudo isso com uma boa dose de humor e por isso esse livro se tornou um best-seller, apesar da gravidade de alguns acontecimentos e de alguns temas abordados ele consegue trabalhar com a normalidade de tudo isso, porque por mais que passe por muitas vezes despercebido, a sociedade ansiosa é um retrato da realidade em que vivemos e é preciso saber como enfrentá-la. 

Frases de Gente Ansiosa 

  • “Não temos um plano, apenas fazemos o nosso melhor para sobreviver ao dia, porque haverá outro batendo na porta amanhã.”
  • “Damos apelidos àqueles que amamos, porque o amor requer uma palavra que pertence a nós.”
  • “Às vezes dói muito ser gente.”
  • “Se você fizer isso por tempo suficiente, pode se tornar impossível dizer a diferença entre voar e cair.”
  • “Foi uma longa história. Todas as histórias no fundo são longas, se você contá-las desde o início.”
  • “Está é uma história que fala de uma ponte, de idiotas, de um drama de reféns e de uma visita a um apartamento à venda. Mas também é uma história de amor. Várias, na verdade.”

Alerta de Gatilhos de Gente Ansiosa

Gente Ansiosa é um livro complexo, sobre a vida e as pessoas, sobre um assaltante e sobre reféns, um policial e uma terapeuta, mas também é um livro sobre uma ponte. Quando se recomenda livros sensíveis, acredito que quem recomenda tem a responsabilidade de alertar sobre algumas coisas que podem ocorrer nos livros, e é para isso que o alerta de gatilho serve.

Infelizmente não sabemos o quão sensíveis podem ser as pessoas que irão ler Gente Ansiosa após contato com essa resenha, então é necessário avisar que esse livro tem gatilhos sobre ansiedade, depressão, suicídio, tentativa de suicídio, entre outros que podem ser mais específicos dependendo da pessoa que estará lendo.

O que você precisa saber é que Gente Ansiosa não é um livro triste, ele é um livro sobre a vida, e assim como a vida real tem seus momentos tristes, mas também tem seus momentos alegres e de superação. O autor consegue capturar a emoção desses momentos e trazer uma certa leveza logo depois, então lhes asseguro que esse livro não lhe fará ficar com um grande peso, mas com toda certeza te ensinará algo quando você finalizá-lo.

Gostou desse resumo de Gente Ansiosa? Veja outros posts recentes do blog!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.