Artemis Fowl ordem

Artemis Fowl: Ordem da Série de Eoin Colfer

[cn-social-icon]

Neste artigo, você vai conhecer a ordem dos livros de Artemis Fowl. Escrita por Eoin Colfer, a saga é uma mistura excêntrica de gêneros, que passeia entre tramas policiais, ficção, fantasia e ação.

Esta obra foi um grande best-seller em vários países no mundo. No Brasil, inclusive, ficou entre os mais vendidos durante semanas. 

Devido a tamanho sucesso, em 2013, a Walt Disney Pictures, que adquiriu os direitos da série, anunciou a produção de um longa que comportaria os acontecimentos dos 2 primeiros volumes, num projeto que teria a parceria da The Weinstein Company e Michael Goldenberg. Além disso, Robert De Niro e Jane Rosenthal assinaram o projeto como produtores executivos.

>>> Antes de conhecer a ordem dos livros de Artemis Fowl, gostaria de fazer uma recomendação: se você gosta dos conteúdos do nosso blog, se inscreva nas nossas outras redes de comunicação para receber cada novo post em primeira mão → Canal do Telegram, Canal do Youtube e Instagram.

1 – O Menino Prodígio do Crime

O Menino Prodígio do Crime

O Menino Prodígio do Crime inicia uma saga sem igual, onde somos apresentados ao carismático protagonista Artemis Fowl.

Ele é apenas um garoto, mas carrega uma bagagem enorme no seu sangue. É descendente do lendário clã Fowl, a família dos melhores na arte da trapaça. No entanto, sua família perdeu muita coisa nos últimos tempos e Artemis tem um plano implacável para recuperar a grande fortuna. Um plano que pode provocar um verdadeiro caos.

Em uma civilização avançada tecnologicamente e onde habilidades sobrenaturais podem ser o triunfo de alguns, o protagonista começa a utilizar seus recursos questionáveis em uma cidade no Vietnã.

Seu foco está na misteriosa reserva de ouro do Povo das Fadas, mas se envolver em uma missão assim é ter de enfrentar criaturas mágicas e muito poderosas. A chave para o seu objetivo pode estar num livro mágico que, porém, está escrito em um idioma que nunca foi decifrado por um humano. De volta a sua mansão, terá muito trabalho ao usar toda sua esperteza e inteligência — além de um poderoso computador — para traduzir os textos.

Assim, por conta de muitas decisões extremamente ousadas, logo ele se vê em uma grande encrenca. Ele despertou a fúria de vários seres encantados — incluindo gnomos, duendes, elfos e trolls —  e com armas incrivelmente poderosas.

2 – Uma Aventura no Ártico

artemis fowl Uma Aventura no Ártico

Após ter conquistado uma legião de fãs com o primeiro livro de Artemis Fowl — um dos anti-heróis mais carismáticos da fantasia —, Eoin Colfer o traz de volta em uma nova trama de arrepiar.

Aos 13 anos, o pequeno bandido ainda está entrando na adolescência, embora seja um geniozinho perspicaz. Após os acontecimentos da narrativa anterior, certamente, Artemis é um garoto mais maduro agora. Além de mais rico e feliz, depois de ter roubado o ouro do Povo das Fadas e sua mãe ter sido curada.

No entanto, ainda há muitas coisas mal resolvidas que incomodam o pequeno ladrão. Como já sabemos, seu pai desapareceu enquanto lutava para tornar a família Fowl em grandes e respeitáveis empresários. Tendo ficado no cárcere da máfia russa por 2 anos, todos acreditam que o Sr. Fowl está morto.

Contudo, o espírito inquieto de Ártemis — ele é daqueles que só acreditam em uma afirmação depois de tirar as próprias conclusões — nega firmemente que seu pai tenha morrido.

Do outro lado da narrativa, acompanhamos a perspectiva de uma personagem já conhecida: a adorável Holly, que no mundo das fadas passa por um tipo de punição pelo que fez no primeiro volume — agora ela só faz trabalhos burocráticos.

Novamente, se desenha uma trama onde os caminhos de Artemis de Holly se cruzam, e os dois precisarão lidar com as diferenças em prol de um objetivo comum.

3 – O Código Eterno

O Código Eterno

O Código Eterno é o terceiro livro na ordem dos livros de Artemis Fowl. Em mais uma trama eletrizante, o protagonista, o Povo das Fadas e a Holly preenchem um contexto de guerra tecnológica e muita magia. Dono de uma mente brilhante e de uma mania de grandeza, o adolescente bola um plano mirabolante para obter mais um grande pedaço de fortuna.

É impressionante como o herdeiro da família Fowl consegue se tornar ainda mais cativante a cada volume. Em cada nova trama, conhecemos um outro lado do Artemis, fazendo parecer que ele nunca vai parar de nos surpreender.

Após ter contato com uma forma de tecnologia incrível, quando esteve com a galerinha do centro da Terra, sua mais nova criação é um super computador chamado Cubo V — um elemento fundamental em seu plano criminoso.

A poderosa máquina, basicamente, irá permitir que ele tenha acesso livre a qualquer sistema digital que exista no planeta. Nem mesmo os sistemas de segurança mais sofisticados existentes serão capazes de impedir que ele possa decodificar qualquer informação que circule na grande rede.

O Cubo V faz qualquer sistema parecer primitivo, inclusive o do John Spiro, que é o novo alvo do ladrãozinho mais adorado da literatura. A intenção de Artemis é chantageá-lo para que ele pague os valores pedidos, caso contrário, a poderosa máquina será colocada no mercado.

No entanto, quando a narrativa sofre uma reviravolta dramática, Holly e Povo das Fadas estarão novamente intimamente envolvidos nos problemas do pequeno Fowl.

4 – A Vingança de Opala

ordem artemis fowl A Vingança de Opala

Este é o quarto livro na ordem dos livros de Artemis Fowl, onde nos deparamos com uma grande mudança na vida do protagonista. Ao final da última narrativa, as memórias do Artemis referente a tudo que envolve o Povo das Fadas foram apagadas. Inclusive, A Holly, o ouro e a Opala Koboi — sua maior inimiga.

Enquanto o protagonista estava de volta a uma vida de crimes menos relevantes, a duende-diabrete teve tempo de sobra para bolar um plano diabólico, durante um coma auto-induzido que durou um ano.

Ao início da narrativa, em Berlim, nos deparamos com o Artemis bolando o roubo de um quadro extremamente valioso: O Ladrão das Fadas, guardado a 7 chaves em um banco de alta segurança. E, então, talentoso como ninguém, ele sai de dentro do edifício facilmente com o artefato dentro da mochila.

Em outro ponto da narrativa, temos a Holly, que está prestes a ser promovida, mas um acontecimento pode fazer com que o bom rumo que tomou a vida da personagem vá por água abaixo. O líder dos goblins escapa da prisão e isso acaba fazendo com que a capitã caia em uma armadilha da Opala.

Acusada de traição, Holly está em uma situação aparentemente sem saída. Sua única esperança é encontrar o Artemis e fazê-lo se lembrar. Muita coisa está em jogo e, desta vez, o adolescente Fowl tem um adversário tão esperto quanto ele. 

5 – A Colônia Perdida

A Colônia Perdida

Há muitos milênios atrás, uma batalha estrondosa foi travada entre humanos e seres mágicos. No entanto, mesmo tendo a magia a seu favor, as fadas perceberam que jamais poderiam vencer, já que a superioridade numérica dos humanos era gritante. Por isso, para preservar seu povo, elas moveram sua civilização para os subterrâneos e eliminaram da superfície qualquer vestígio de sua existência.

Todos os grupos de fadas concordaram com essa decisão. Todos, exceto um: a família dos demônios. Invés de se mandarem para baixo do solo, fizeram um feitiço (conhecido por muito poucos) que os isolou no tempo.

Por isso, quase ninguém sabe direito onde eles estão, nem como esse feitiço funciona. E, aparentemente, nem eles mesmos sabem muito bem. O fato é que houve uma falha no encanto e os demônios estão aos poucos se aproximando do mundo dos humanos. A distância entre um universo e outro está ficando cada vez mais estreita e as aparições começam a acontecer.

Ninguém sabe quando nem onde eles irão aparecer. Ninguém exceto ele: o nosso geniozinho. Ele consegue enxergar padrões onde ninguém pode e, por isso, pode prever as materializações.

Porém, Artemis precisará da ajuda de velhos conhecidos — entre eles a Holly, o anão Palha, e o centauro Potrus — para impedir que a ilha dos demônios volte e, então, a humanidade saiba da existência dos seres mágicos.

6 – O Paradoxo do Tempo

artemis fowl ordem O Paradoxo do Tempo

O Paradoxo do Tempo é o sexto volume da ordem dos livros de Artemis Fowl. Artemis está de volta depois de 3 anos e, não apenas ele está diferente, mas também toda a vida que deixou para trás mudou. Agora, ele não é mais o único herdeiro da família Fowl, mas sim irmão de dois pequenos gêmeos.

O jovem Fowl está levando uma vida bem tranquila, como nunca imaginaria. Em um lar acolhedor, ele passa o tempo ensinando coisas domésticas para seus irmãos.

Até que sua mãe contrai uma doença extremamente grave… Os dias agitados com os quais o garoto prodígio está acostumado estão prestes a voltar. Após uma tentativa sem sucesso de conseguir um diagnóstico dos Homens da Lama, Artemis tem esperança na ajuda dos seus amigos do Povo das Fadas.

Então, ele descobre que a doença de sua mãe é muito pior do que ele imaginava. Além disso, descobre que há muito mais em jogo e todos os seres encantados correm perigo. 

A única coisa que pode curar sua mãe é uma substância presente no corpo do lêmure sifaka, uma espécie extinta (por conta uma atitude do próprio Artemis). Por isso, ele terá de voltar no tempo para encontrar a criatura. E, nesta viagem, vai se deparar com o pior adversário que poderia ter: ele mesmo, aos 10 anos de idade.

7 – O Complexo de Atlântida

O Complexo de Atlântida

O Complexo de Atlântida é o sétimo volume na ordem dos livros de Artemis Fowl. Certamente, a pior coisa que poderia acontecer para os fãs do protagonista é que ele ficasse bonzinho. E é exatamente isso que acontece aqui!

Criaturas encantadas diagnosticam isso como o Complexo de Atlântida, uma doença que causa comportamentos estranhos e múltiplas personalidade. Essa é uma das consequências de mexer tanto com magia.

Artemis passa por isso em um contexto onde a cidade submersa de Atlântida está enfrentando seus piores momentos. Sob ataques de poderosos e malignos robôs, a cidade mágica não pode contar com a ajuda dele. Pelo menos não neste estado.

A esperança de Atlântida e de todos que vivem lá é que a nossa querida capitã Holly Short consiga trazer o verdadeiro Fowl de volta. Caso contrário, é certo que a linda cidade irá terminar em ruínas.

8 – O Último Guardião

O Último Guardião

Em O Último Guardião, Eoin Colfer traz de volta à vida a arqui-inimiga de Artemis, uma velha conhecida dos leitores da saga. Sem dúvidas, a Opala Koboi foi a face de uma das tramas mais complicadas de toda a saga. E agora ela está de volta prometendo ser ainda pior.

Um novo plano diabólico capaz de provocar o caos tanto no mundo dos humanos quanto no mundo das fadas. Desprovida de limites, ela está invocando os espíritos dos Furiosos, guerreiros milenares que juram obediência àqueles que os libertam.

Um grande problema é que, no mundo físico, esses seres não têm nenhum efeito, a menos que possuam um corpo material. E é exatamente isso que acontece: eles se apoderam de qualquer criatura, incluindo os irmãos de Artemis.

Eles são realmente furiosos e parecem não entender que as batalhas que travavam antes de morrer já não existem mais. Artemis terá uma missão complicada pela frente: exorcizar os espíritos que se apossaram dos corpos dos seus irmãos antes do amanhecer e  mandá-los de volta para o outro lado. Pelo menos, podemos contar com a presença consistente da nossa capitã preferida.

9 – Arquivo Artemis Fowl

Arquivo Artemis Fowl

Arquivo Artemis Fowl está como 9° livro nesta lista. No entanto, não dá para considerar que ele faça parte desta sequência, pois é um volume extra. Porém, muito interessante!

Desde seu primeiro contato com o Povo das Fadas, Artemis mantém suas anotações mais protegidas do que o capital do maior banco da Europa.

Este livro traz duas histórias inéditas, várias curiosidades, entrevistas com personagens e interações com os próprios leitores para testar o quanto os fãs realmente conhecem a história.

Além disso, os leitores poderão até entender um pouco sobre o idioma dos gnomos, praticar o código secreto das fadas e conhecer mais sobre seus personagens favoritos. Um verdadeiro alento para aqueles que se tornaram eternos apaixonados pela criação de Eoin Colfer.

Gostou de conhecer a ordem dos livros de Artemis Fowl? Veja também outros artigos recentes do blog!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *