ordem dos livros de Alien

Alien – Conheça a Ordem Dos Livros Dessa Trilogia Assustadora

Neste artigo, você vai conhecer um dos maiores clássicos da ficção científica, que dominou não somente os cinemas, mas também as livrarias pelo mundo inteiro. Alien, no meio editorial, nos oferece uma trilogia incrível e assustadora, com tramas que passeiam entre o suspense e o terror, e que você vai conhecer agora a ordem e o conteúdo de cada um dos livros.

É interessante dizer que a expansão da saga Alien se deu de forma inversa ao que normalmente se vê: o corriqueiro é quando um livro faz muito sucesso e, então, alguém produz uma adaptação cinematográfica. Ao invés disso, a saga explodiu nos cinemas antes mesmo de ter havido qualquer livro. O primeiro filme, lançado em 1979, teve um resultado de 106,3 milhões USD em bilheterias. Ao longo dos anos, foram sendo lançados continuações e prequels de muito sucesso e muitos fãs foram sendo angariados através das telonas.

A partir de 2014, pudemos contar também com uma versão literária da saga, com Alien, Surgido das Sombras, que seria o primeiro volume de uma trilogia.

Cada um dos 3 livros é escrito por um autor diferente, sendo Tim Lebbon, James A. Moore e Christopher Golden respectivamente. Como Alien é uma ficção científica voltada para o horror, todos os 3 autores têm em comum o fato de já terem desenvolvido obras de teor mais sombrio.

Está gostando de conhecer a ordem dos livros de Alien? Se inscreva nos nossos outros meios de comunicação para ser notificado sempre que sair algo novo aqui no blog: Canal do Youtube, Instagram e Canal do Telegram.

Alien, Surgido das Sombras – Livro 1

Alien, Surgido das Sombras – Livro 1

Para os fãs de Alien, este é o equivalente literário do filme Alien, O Oitavo Passageiro, sendo o primeiro na ordem da trilogia. Neste material, podemos contemplar todas as características que transformaram a saga no que ela é hoje: os xenomorfos, a agonia dentro de naves condenadas, Ellen Ripley…

Chris Hooper é um engenheiro que está em uma missão em uma nave chamada Marion, que está na órbita do planeta LV–178. Duas naves de transporte saíram da nave mãe em direção à superfície, onde extraem o metal trimonita, que é muito valioso. 

O que eles não esperavam é que algo maligno os estaria esperando nas profundezas inóspitas do LV–178 e, surgidos das sombras, promovem o caos e o terror. A nave mãe perdeu o contato com as outras duas e os tripulantes se perguntam o que pode ter acontecido. Até que o pior acontece: as duas naves que estavam no solo (Delilah e Samson) saem de pressa da superfície em direção à Marion. O problema é que o caos está instalado nas duas, pois aquelas criaturas horripilantes estão a bordo.

Pelas câmeras, Hoop observa uma carnificina. As criaturas, que parecem sombras, matam de maneira bizarra e perturbadora. Assim, as naves saem da rota; uma delas causa um impacto que faz a Marion sair da órbita estável e na outra, que consegue atracar, estão aquelas coisas.

Dessa forma, enquanto Marion está caindo, os tripulantes têm de lidar com os xenomorfos a bordo da nave e, então, temos uma série de episódios de terror e suspense garantidos, que, inclusive, são muito bem narrados por Tim Lebbon.

Setenta e sete dias depois, uma nave, que interceptou o sinal, se aproxima da Marion. Esta é a nave onde se encontra a maior heroína da saga, Ellen Ripley. Ela foi a única que sobreviveu no Nostromo. Durante mais de 30 anos Ellen esteve inconsciente na câmara de hibernação e, agora que acordou, está diante de um pesadelo, o que ela percebe através das explicações de Hoop.

A narrativa segue de maneira dinâmica o suficiente para torná-la envolvente, mas dá o tempo necessário para assimilarmos as ótimas descrições de horror feitas pelo autor.

Alien, Mar de Angústia – Livro 2

Alien, Mar de Angústia – Livro 2

No livro 2 da ordem da trilogia Alien, acompanhamos mais uma trama de horror, desta vez escrita por James A. Moore. Em Alien, Mar de Angústia, conhecemos Alan Decker, um comissário da CCI, que tem o trabalho de se certificar de que todos os assentamentos no LV–178 cumpram as regras e manter os colonos à salvo.

Não demora muito para que ele perceba que coisas estranhas estão acontecendo. Ele encontra um problema em uma área de terra escura e instável: parece ter ocorrido alguma negligência no local e agora uma contaminação está se expandindo.

Após um acidente que prejudicou fisicamente Decker, ele retorna à Terra. Mesmo estando muito afetado, precisa continuar seu trabalho e, então, entrega seu relatório que explana falhas e negligências da empresa, mas se vê obrigado a cooperar com os interesses de cima, que querem que ele amenize a situação.

Assim, na calada da noite, um grupo o sequestra violentamente (a mando da Weyland-Yutani). Decker acorda a bordo de uma nave e seu rumo é o planeta daquelas criaturas hostis. Inclusive, algo de seus antepassados o conecta diretamente aos xenomorfos, que a companhia para qual trabalha anseia por botar as mãos.

Com sua família sob o poder de inimigos que o conhecem muito bem, o protagonista não tem outra opção senão cooperar. Além do mais, ele tem uma dívida impagável com a companhia, pois sua ancestral, Ellen Ripley, lhes causou um grande prejuízo.

A missão dos mercenários no planeta LV–178 é capturar um xenomorfo vivo. Por isso, Alan Decker é fundamental nesta busca. Por conta de sua ligação empática com as criaturas, funciona como uma bússola que os leva até elas.

Assim, sua conexão com os xenomorfos, principalmente neste caso, é uma habilidade absolutamente indesejável, pois vai levá-lo diretamente ao perigo, pois a única coisa que os monstros querem com ele é matá-lo.

É muito interessante como as características fundamentais da obra se mantêm intactas apesar da mudança de escritores, como a maneira como é desenhado o suspense, o clima claustrofóbico, a descrição do terror, entre outras coisas.

Alien, Rio de Sofrimento – Livro 3

Alien, Rio de Sofrimento – Livro 3

Esse é o último livro na ordem dos livros de Alien. O terceiro volume foi escrito por Christopher Golden, outro best-seller do The New York Times. Neste eletrizante desfecho, a série atinge o ápice do terror.

Enquanto Ellen Ripley hiberna no espaço, somos levados a observar o que se passa na colônia do planeta LV–426, Hadley ‘s Hope. O LV–426 está sendo colonizado e rebatizado com o nome de Aqueronte. Muitos colonos se perguntam qual a razão do interesse da Weyland-Yutani em explorar um planeta tão frio, inóspito e distante. A resposta é uma grande espaçonave abandonada e decadente, que a companhia quer pôr as mãos.

A nave pode também ser de interesse de Anne e Russell, um casal que faz parte da primeira leva de famílias a chegar à colônia. Eles foram para Aqueronte em busca de fortuna e acabaram tendo um bebê nascido na colônia: essa é a Rebecca Jordan, mais conhecida como Newt, uma das personagens mais carismáticas de toda a saga.

Porém, ao invés de riqueza, o que eles encontram lá é um verdadeiro pesadelo. Quando Russell é penetrado por um parasita, que o destrói de dentro para fora, sabemos que é o início do caos que agora se instala na colônia, enquanto Anne tenta se manter firme diante dos seus filhos.

O que acompanhamos aqui é o fim da colônia, que desaba pouco a pouco enquanto os leitores aproveitam o clima denso de terror por entre as páginas. O livro se passa entre os filmes Alien, O Oitavo Passageiro e Alien, O Resgate. Apesar do livro descrever exatos momentos e diálogos vistos nos filmes (sendo muito fiel), o ponto de vista que mostra a construção e a queda de Hadley ‘s Hope é uma exclusividade deste material.

Conclusão

O ordem dos livros de Alien forma uma ficção “linda”. Um clássico que, ao longo dos anos, foi ganhando mais obras e acabou por se tornar um universo bem completo e complexo. Contamos com 6 filmes entre sequências e prequels. Aliás, são filmes de muito sucesso que arrecadaram centenas de milhões em bilheteria. Por exemplo, o prequel intitulado Prometheus teve uma arrecadação de 403,4 milhões USD.

Além disso, podemos contar com a trilogia de livros que apresentamos aqui hoje que, não apenas conta as mesmas histórias, mas apresenta complementos muito interessantes de ver.

Os livros são violentos como nos filmes; muito sangue, mortes terríveis e fluidos nojentos de alienígenas. Os xenomorfos causam um verdadeiro estrago! Alien é uma obra única, pois mistura ficção científica com suspense e terror de maneira sem igual. Por isso, para quem é adepto dos gêneros é um grande deleite e recomendo sem medo de errar.

É isso… Se você gostou do enredo, compartilhe este artigo com seus amigos. Tenho certeza que eles vão gostar também!

E se achou que faltou alguma informação relevante, deixe nos comentários abaixo para podermos ajudá-lo.

Obrigado por ter permanecido até aqui. Abraço!

Gostou de conhecer a ordem dos livros de Alien? Veja outros posts recentes abaixo!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.