a torre negra ordem

A Torre Negra: Ordem Dessa Série Perturbadora

Stephen King! O Mestre do Terror está de volta no nosso blog para te proporcionar muitos momentos de medo, agonia e desespero. Que delícia haha! Neste artigo, vamos te apresentar a ordem dos livros de A Torre Negra, e falaremos um pouco sobre cada voluma dessa saga perturbadora

Quando é falado o nome Stephen King, pessoas bem engajadas no meio literário, normalmente, já ligam logo suas anteninhas para prestar atenção no que está sendo dito. Pois falamos de um dos maiores nomes da literatura internacional, tendo escrito dezenas de sucessos nos gêneros terror, suspense, fantasia, ficção sobrenatural, etc.

Seus livros já venderam mais de 400 milhões de cópias. Isso é quase o dobro da população brasileira (em 2022). Enfim, é um autor que eu poderia ficar aqui bastante tempo falando sobre seus méritos.

Mas, falando especificamente de A Torre Negra… Esta é considerada uma obra prima do autor, tendo levado mais de 30 anos para ser concluída. O escritor teria começado sua criação quando ainda era um universitário, nos anos 70, mas veio concluí-la nos anos 2000. Em 2010, a série já tinha atingido a marca de 30 milhões de cópias vendidas

A Torre Negra é considerada por muitos fãs e críticos até mesmo como a obra mais importante de King. E até hoje vem cativando milhares e milhares de pessoas ao redor do mundo.

Também gostaria de ressaltar que esta obra tem conexão com diversos outros títulos escritos pelo autor. São eles: 

  • It, a Coisa; 
  • Carrie, a estranha;
  • A dança da morte;
  • O talismã;
  • A hora do vampiro;
  • Saco de Osso;
  • A casa Negra;
  • Insônia;
  • Rose Madder;
  • Buick 8;
  • Christine;
  • O iluminado; 
  • Celular;
  • O cemitério;
  • Cujo;
  • Sob a redoma;
  • Os Olhos do Dragão.

>>> Pequeno recado: se nossos textos estão ajudando você de alguma forma, se inscreva no nosso canal do Telegram e nos siga no Instagram. Assim, você ficará por dentro de cada novidade do blog.

1 – O Pistoleiro

O Pistoleiro - a torre negra

Neste primeiro volume da ordem dos livros de A Torre Negra, Stephen King inicia uma série que traz um degradê de gêneros que, definitivamente, deram muito certo. Terror, suspense, ficção, fantasia épica compõem a atmosfera sombria e densa da narrativa. Um trabalho único!

“O Pistoleiro” nos apresenta o cativante Roland Deschain — último descendente do clã Gilead. Este personagem vem de uma linhagem de pistoleiros que está desaparecida há muito.

Roland precisa alcançar a Torre Negra, pois dela depende o espaço, o tempo e o seu mundo, que jaz em ruínas. Esta é a obsessão do protagonista, sua razão de viver!

Por acreditar que um misterioso personagem — homem de preto — tem as respostas de que precisa, ele o persegue incansavelmente. Assim, nesta jornada, ele encontrará personagens que passarão a fazer parte da trama, personagens que estão ligados ao seu propósito.

Uma jornada cabulosa, onde o pistoleiro vai se aventurar por mundos que jamais poderia imaginar!

2 – A Escolha Dos Três

A Escolha Dos Três a torre negra ordem

Este é o segundo livro na ordem dos livros de A Torre Negra. Após a morte do Homem de Preto, Roland precisa entrar em 3 portas que o levam do Mundo Médio para 3 épocas diferentes. Em cada época ele encontra personagens que vão se integrar à história.

Alguns desses personagens, com seus objetivos interligados, se unirão ao protagonista; outros se tornarão antagonistas e completarão o clima pesado da trama, provocando medo e terror.

Uma trama verdadeiramente intrigante, com confusões de mente aterrorizantes. Aqui, teremos mais de uma personalidade habitando as mesmas mentes. Como o caso da Susannah Dean, que une duas almas importantes e relevantes para a história.

E, para deixar claro, Roland continua obcecado em sua busca pela misteriosa Torre. Uma continuação digna de uma obra de King. 

3 – As Terras Devastadas

As Terras Devastadas

Neste terceiro volume de A Torre Negra, o pistoleiro está mais próximo do que nunca da sua Torre, que o atormenta noite e dia. Roland, desta vez estará em uma jornada macabra, atravessando um deserto sombrio em um mundo que é, na verdade, uma sinistra distorção da realidade.

Após os acontecimentos cabulosos dos volumes anteriores, Roland, Eddie e Susannah estão em uma frenética jornada pelo Mundo Médio. Mas pelos caminhos onde passam se deparam com algumas surpresas. A exemplo de um tremendo urso chamado Shardik.

Aliás, aquela criatura monstruosa pode estar ligada aos 12 portais que podem ajudar o ka-tet — o grupo, que compartilha objetivos e seus destinos estão ligados — na busca pela Torre Negra.

A narrativa, nos volumes anteriores, tinha uma pegada mais cadenciada em comparação a este livro. Ao contrário daquele clima de muita análise e apresentação, aqui, a trama pega mais velocidade e fica mais intensa. Não há trégua nessa aventura horripilante!

É importante ressaltar que quando Stephen King escreveu o primeiro volume desta série, ainda estava iniciando sua carreira como escritor. E os volumes desta obra foram desenvolvidos ao longo de muitos anos. Assim, podemos acompanhar aspectos da evolução profissional do autor em A Torre Negra.

4 – Mago e Vidro

Mago e Vidro

Neste quarto livro da ordem dos livros de A Torre Negra, chegamos à metade da incrível série de King. Mais uma vez, somos transportados ao Mundo Médio.

Em um determinado momento da trama anterior, a busca pela Torre foi interrompida. Então, Mago e Vidro retoma a narrativa a partir deste ponto.

Assim, esta trama se diferencia das outras pois, certa noite, quando o Ka-tet acampava na estrada, Roland cumpre a promessa que fez aos seus companheiros, contando a eles a misteriosa e sinistra história do seu passado. 

Esta trama se volta muito mais para Roland quando era um adolescente, e um pistoleiro recém-formado. Podemos ver como era a vida do protagonista antes de A Torre Negra se tornar uma grande obsessão.

Conhecemos seus grandes amigos da época (Cuthbert e Alain), que já foram citados tantas vezes, mas ainda não haviam sido explorados pelo autor. Além disso, conhecemos a grande paixão de Roland — Susan Delgado. Uma história trágica!

Dessa forma, nós leitores também temos a oportunidade de saber um pouco mais sobre o Pistoleiro e sobre seu percurso até chegar onde chegou.

5 – Lobos de Calla

Lobos de Calla ordem torre negra

Após a parada em Mago e Vidro, a narrativa retoma a jornada principal da série: o Ka-tet em busca da Torre Negra.

Roland, Eddie, Susannah, Jake e Oi retomam sua viagem pelo caminho do Feixe de Luz, do qual tinham se desviado em um momento anterior. Todavia, seguindo o seu percurso, eles vão parar em uma cidadezinha chamada Calla Bryn Sturgis. Uma cidade, como tudo nessa série, com um ar bem macabro.

Uma coisa peculiar neste lugar é que o nascimento de filhos gêmeos é uma coisa totalmente corriqueira. Porém, esse não é exatamente o problema. A questão é que, a cada geração, os terríveis Lobos retornam à cidade e levam um de cada par de gêmeos.

Então, tempos depois, eles devolvem as vítimas de uma forma deplorável: mentalmente afetadas, gigantes e que acabam morrendo bem cedo.

Com a visita do nosso grupo de heróis, os moradores de Calla aproveitam para pedir ajuda contra esse mal.

Contudo, por outro lado, também temos a situação da “Rosa”, que floresce em um terreno baldio em Nova York, no ano de 77. A “Rosa” é a representação da Torre Negra em nosso mundo e está sob grande ameaça.

Dessa forma, temos grandes problemáticas para acompanhar neste quinto volume.

6 – Canção de Susannah

Canção de Susannah

Canção de Susannah é o sexto livro na ordem dos livros de A Torre Negra. Este talvez seja o que mais expressa a complexidade da obra de King. Aqui, o autor está no auge da sua “dança espaço-temporal”, onde os personagens navegam entre os lugares e épocas como se estivessem indo à padaria.

Mas, pense que complexo, nesse caso, não é sinônimo de difícil, pois as narrativas de King, apesar de profundas, são fluidas e com uma escrita bem digerível.

A nova trama se inicia logo após a batalha final em Lobos de Calla. Entretanto, em virtude dos acontecimentos anteriores, agora, o ka-tet é obrigado a se separar. Susannah foi possuída pelo demônio-mãe Mia e foi parar em Nova York, na época de 1999.

Então, Jake, Oi e padre Callahan vão atrás de Susannah. Enquanto isso, Roland e Eddie vão para 1977 resolver a questão da “Rosa”.

É interessante ver como, mesmo em uma grande distância temporal, os integrantes do ka-tet continuam tendo uma forte ligação.

Apesar do foco deste livro está principalmente no caso da Susannah, os acontecimentos mais relevantes, tendo em vista a trama central da Busca pela Torre, ficam a cargo de Eddie e Roland.

7 – A Torre Negra

A Torre Negra ordem

Em A Torre Negra, Stephen King entrega o desfecho da sua incrível saga, depois de 7 volumes de muito desenvolvimento. Após tanto terror, sangue, tristeza e aventuras sombrias, finalmente, conhecemos o destino do ka-tet. E podemos apreciar tamanha inteligência e criatividade do autor para criar um final satisfatório.

A última trama se inicia de onde parou Canção de Susannah. Aqui, nos deparamos com os protagonistas tentando se reunir outra vez. Todos sentem que o objetivo final está bem próximo.

No entanto, ainda há complicações preocupantes que terão que passar. Os desafios mais críticos ainda estão por vir. Seguidores do Rei Rubro estão à espera do nosso ka-tet e existe uma ameaça ainda mais temível.

Eles sabem que o que vão enfrentar pode significar o seu fim, mas eles precisam ir em frente e salvar os feixes que ainda sustentam a Torre. Muita confusão mental, batalhas sinistras e lutas violentas que acabam em mortes são elementos presentes nos últimos passos que o grupo dá enquanto ficam cada vez mais perto do centro de todos os mundos.

O Vento Pela Fechadura

O Vento Pela Fechadura

Depois de já ter concluído a saga, anos depois Stephen trouxe para os fãs mais uma peça para encaixar naquele grande quebra cabeça, que foi explanado ao decorrer de 7 volumes.

Esta narrativa ocorre entre os livros Mago e Vidro e Lobos de Calla, quando o ka-tet está abrigado e, para passar o tempo, Roland começa a contar mais uma de suas histórias. Contudo, em algum momento da história, o Jovem Roland do passado, para acalmar um garoto, também começa a narrar uma fábula. Essa fábula, que ele adorava, era contada por sua mãe e se chamava O Vento Pela Fechadura.

Essa pequena história acaba revelando muitas verdades sobre o Gilead, sobre o Roland e sobre o Mundo Médio. Para alguém que se aventurou pelos 7 volumes da saga, é uma leitura que vale a pena.

Conclusão

A Torre Negra é a obra mais extensa de Stephen King. Tanto com relaçao ao tamanho da narrativa, quanto com relação ao tempo que levou para ser concluída.

Stephen King, modestamente, diz que a obra teve vida própria e que seguiu o próprio caminho. Sendo, ele, apenas um meio pelo qual a própria história se criou.

É um discurso muito interessante, mas não deixaremos de expressar nossa admiração pela genialidade do autor ao criar esse incrível universo.

A forma como ele mistura as sensações e os gêneros é única. A tensão e o suspense em meio à uma trama faroeste com uma pegada de ficção científica é de uma grande originalidade.

Enfim… Se você gostou do enredo desta série, compartilhe com seus amigos que adoram uma boa história de terror.

E se acha que faltou alguma informação relevante, deixe nos comentários abaixo.

Gostou de conhecer a ordem dos livros de A Torre Negra? Veja outros posts recentes do blog!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.