a passagem ordem livros

Trilogia A Passagem – Livros Desta Ficção/Suspense Apaixonante!

[cn-social-icon]

Hoje estamos aqui para falar de uma obra que vem gerando interesse em muitos leitores brasileiros. Cada vez mais, vem sendo falado, recomendado e incluído nas listas dos clubes de leitura. No entanto, não é como se a obra de Justin Cronin tivesse sido lançada recentemente, pois o livro chegou ao Brasil em 2011. Há um aparente renascimento da obra, então, decidimos publicar um artigo falando sobre a ordem dos livros de A Passagem, essa trilogia eletrizante.

Observando algumas resenhas na internet, pude ver algumas pessoas dizendo que não entendem porque a obra demorou tanto para cair nas graças da galera, pois a maioria daqueles que leram a consideram como uma narrativa de excelência.

Poderíamos pensar que a obra não se tornou tão famosa por conta do autor não ser tão famoso, mas, poxa, Justin Cronin é um escritor renomado, que, inclusive, ganhou Stephen Crane Prize. Enfim… Pelo menos, nos últimos anos A Passagem vem ganhando uma notoriedade bacana no mercado nacional.

É impressionante como as pessoas elogiam esta obra. É muito difícil encontrar alguém falando mal do livro. Alguns um pouco mais críticos até ressaltam algum detalhe que poderia ser melhor, mas sempre coisas muito sutis.

Para finalizar meu argumento sobre o quão a obra de  Justin é boa, quero destacar o que o mestre Stephen King falou sobre o livro: “Leia esse livro e o mundo como você o conhece desaparecerá.”

Você está prestes a adentrar numa ficção diferente de tudo que você já leu. Um enredo único, uma junção de ficção com suspense e terror que não te permitirá nenhum sossego enquanto não folhear as mais de 800 páginas do livro. Isso mesmo, o autor se preocupou em dar muita profundidade à sua história, tornando-a quase real. Por isso, esteja preparado para viver os momentos intensos da trama.

>>> Antes de continuarmos com nosso texto sobre a ordem dos livros de A Passagem, gostaria de pedir que se você gosta de nossos conteúdos, siga-nos também em nossas outras redes, como canal no Youtube, Instagram e Telegram.

1 – A Passagem 

A Passagem 

A Passagem é o livro de sucesso que nomeia a Trilogia, sendo o primeiro na ordem da série. 

Uma linha visível, como se fosse um grande precipício, divide a história contada entre o antes e o depois. Seria como dividir uma fotografia em dois lados: um lado colorido e outro em preto e branco. Após o terrível acontecimento, o mundo como conhecemos foi devastado, e o que restou foi um cenário apocalíptico aterrorizante.

Pesquisas científicas financiadas, claro, pelo Exército dos Estados Unidos da  América, há quase 1 século atrás, fugiram do controle. Eram feitos repugnantes experimentos com cobaias humanas. Eram prisioneiros que foram condenados à morte, todavia, tiveram de enfrentar algo muito  pior do que isso: um vírus amedrontador, capaz de transformar seres humanos em monstros extremamente poderosos.

O que será que poderia acontecer se uma falha na segurança permitisse que uma dessas cobaias escapasse? Aconteceria o pior! E foi o que aconteceu. 12 monstros de laboratório escaparam e, com sua sede de sangue, transformaram o planeta em um grande mar vermelho. Enquanto devoravam alguns, outros eram infectados, o que resultava em uma chacina em crescimento exponencial.

Esses seres são realmente amedrontadores, e o fato de eles serem sensíveis à luz torna-os ainda mais sombrios, apesar de que isso é um ponto fraco.

Muitos anos depois de o mundo ter virado este grande caos, encontramos uma pequena sociedade de sobreviventes no alto das montanhas. Pessoas que se uniram atrás de grandes e robustos muros de concreto e que perduram até o momento. Mas não se sabe até quando a fortaleza aguentará.

Os holofotes super-potentes sempre foram grandes aliados contra os ataques noturnos daquelas criaturas medonhas. Então, entre as precariedades da estrutura que protege os sobreviventes, uma delas é que as baterias que alimentam esses holofotes começaram a falhar. Como eles vão conseguir se proteger do ataque iminente?

Aparentemente, eles estão sozinhos no mundo, não têm comunicação com nenhum outro grupo fora dali. Não existe governo, o exército nunca voltou. Talvez estejam mortos! Se não fosse a aparição de uma misteriosa andarilha na fortaleza, ninguém teria mais em que acreditar. 

No entanto, Amy Harper Bellafonte, A Garota de Lugar Nenhum, traz novas expectativas, já que, aparentemente, ela tem os mesmos poderes dos infectados, mas não a sede descontrolada por sangue. Assim, uma centelha de esperança se acende entre os sobreviventes, que são instigados a sair de dentro dos muros em busca de mais sobreviventes e de respostas.

2 – Os Doze

ordem dos livros de a pasagem os doze

Os Doze é o segundo volume da ordem dos livros de A Passagem, onde podemos continuar acompanhando os sobreviventes em meio aos terríveis perigos deste mundo pós-apocalíptico. 

Contudo, contrariando as expectativas, Os Doze não começa indo direto ao ponto, ou seja, não começa mostrando os acontecimentos que se sucederam após os últimos do primeiro volume. Invés disso, o autor busca apresentar um tipo de resumo do que aconteceu em A Passagem, e voltar a narrativa para o ponto de partida da problemática da série. Sendo assim, os leitores terão de aguardar um pouco mais para saber o que aconteceu com cada personagem e matar a curiosidade.

No entanto, esta abordagem surpreendente serve para aprofundar ainda mais a história e entregar materiais para o melhor entendimento da obra como um todo. Bom… Este é um detalhe que pode ser mal recebido por alguns, que acreditam que torna este início um tanto massivo, mas pode agradar alguns que acreditam que no primeiro volume faltou um pouco de explicações sobre o apocalipse em si.

Em Os Doze, Justin, que gosta de criar personagens e trabalhar bem neles, insere novas perspectivas na história. É muito interessante ver através de olhos diferentes os mesmos fatos que estamos acompanhando desde o início.

Voltando para a linearidade, 5 anos após o grupo que acompanhamos no primeiro livro ter saído em busca de resposta, eles estão separados. A narrativa passa por cada um deles e, então, temos a certeza de que o destino os unirá novamente. E uma batalha definitiva contra um mal iminente será o pretexto disso. Na trama deste livro, Fanning tem planos horripilantes: ele quer recriar os Doze; e o pior é que ele parece estar conseguindo os recursos para isso. Não há nada que ele hesite em fazer quando o assunto é sua imortalidade.

Este segundo volume tem uma abordagem bem diferente de A Passagem em vários aspectos. Porém, apesar de quebrar as expectativas, o autor consegue entregar uma continuação satisfatória. Quero dizer que, mesmo que haja muita profundidade e retornos ao passado, podemos sentir a narrativa caminhando sutilmente para o desfecho.

3 – A Cidade dos Espelhos

A Cidade dos Espelhos

A Cidade dos Espelhos é a conclusão épica da ordem dos livros de A Passagem. Justin Cronin segue seus passos majestosos sem decepcionar os seus leitores. Do início ao fim, podemos contemplar a qualidade da ficção que o projeta como um dos grandes nomes da ficção/terror/suspense. 

Obviamente, a característica não linear mantém-se intacta até o terceiro livro. Intercalando entre passado e presente, o autor vai revelando aos poucos os destinos individuais e coletivos.

Mais uma vez, o autor toma uma abordagem diferente ao desenvolver o desfecho, que se difere dos demais por ser ainda mais profundo em termos de sentimentos, mostrando as dores mais íntimas dos personagens e desenvolvendo melhor os romances. 

Após a destruição dos Doze e de seus Muitos no segundo livro, mais nenhum viral foi visto até o momento. As grandes fortalezas que protegiam os humanos dos “vampiros” começaram a parecer desnecessárias. As medidas de controle demográfico já não fazem mais nenhum sentido, já que as terras há muito tempo devastadas estão vazias esperando serem preenchidas por vida.

Assim, devido às grandes demandas, as autoridades começaram a cogitar abrir os portões situados entre os grandes muros de concreto e, então, dar início à reconstrução daquilo que já foi um imenso país.

No entanto, escondida no silêncio, está a ameaça de novos dias calamitosos. O mal que deu início a todo o caos esteve pacientemente aguardando durante todo esse tempo uma nova oportunidade para atacar. E agora que seu alvo abaixou a guarda, chegou o momento.

Fanning está pronto, seu exército está preparado, com suas armas letais que fazem parte de si. E agora eles estão mais sedentos do que nunca.

Conclusão

Bom… A Trilogia A Passagem é uma obra excepcional, que apaixonou e apaixona muitos leitores ao redor do mundo. Apesar de ter demorado muito a atingir uma melhor notoriedade no Brasil, a obra de Justin já era um grande sucesso internacional. Trata-se de um best-seller do The New York Times que merecidamente ganhou até uma adaptação para as telinhas.

Isso mesmo, a Fox chegou a lançar a primeira temporada de A Passagem versão streaming, todavia, um cancelamento abrupto frustrou os fãs da história. Até o momento, não sabemos se o projeto será retomado algum dia (ao que tudo indica, não será). Aparentemente, como em muitos outros casos, a audiência foi determinante para a tomada da decisão.

Enfim… O importante é que temos uma trilogia completa para usufruir dessa maravilha literária. Basta que você dê alguns cliques.

Gostou de conhecer a ordem dos livros de A Passagem? Veja também outros artigos recentes do blog!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *