a arma escarlate ordem

A Arma Escarlate: veja a ordem da saga do “Harry Potter do Brasil”

Estou muito feliz de escrever este artigo! É muito bom ver que o Brasil tem seus representantes na literatura, que, além de enriquecer o mercado editorial nacional, também são reconhecidos internacionalmente. É o caso da brilhante escritora brasileira Renata Ventura, que é autora de uma fantasia que fez muito sucesso, se esgotando nas principais bienais do país quando lançada. Por isso, te apresentaremos ordem dos livros de A Arma Escarlate.

Renata nasceu em 1985 e se orgulha de dizer que nasceu no ano em que o Brasil passou pelo processo de redemocratização após 21 anos da Ditadura Militar. Desde pequena, era uma leitora exemplar e curtia tanto fantasias e aventuras quanto obras de cunho mais filosófico, político e histórico; isso certamente viria influenciar em seus trabalhos, que sempre apresentam reflexões e críticas sociais.

Desde muito cedo, ela já escrevia histórias, tendo escrito seu primeiro livrinho (junto à sua amiga de escola) com 10 anos de idade e, mais tarde, quando morava nos Estados Unidos — Renata cursou o Ensino Médio em um colégio no Texas — escreveu sua segunda obra não publicada totalmente em inglês. Renata Ventura é formada em Comunicação Social e trabalhou por 3 anos com cinema documentário antes de mergulhar de vez na carreira como escritora. 

Em novembro de 2011 veio a lançar seu primeiro livro — A Arma Escarlate —, publicado pela editora Novo Século. O livro foi muito elogiado e, inclusive, foi chamado de “o Harry Potter brasileiro” pelo jornal inglês The Guardian e por diversos outros veículos de comunicação, ganhando o Prêmio Codex de Ouro da Literatura. A Comissão Chapeleira, segundo livro da saga, foi eleito o Melhor Livro Nacional de 2014 pelo Prêmio Juventude Literária.

A saga de A Arma Escarlate traz uma sensação maravilhosa ao acompanharmos uma ficção protagonizada por um bruxinho brasileiro. Apesar de ser uma fantasia, nós brasileiros encontramos muita identificação, pois a obra traz os traços da sociedade brasileira em vários elementos; como na criminalidade, na desigualdade, no comportamento das pessoas, na cultura e etc.

>>> Está gostando de conhecer a ordem dos livros de A Arma Escarlate? O Blog Os Melhores Livros está sempre trazendo novos conteúdos a respeito do mercado editorial. E para você que gosta de estar por dentro dos grandes sucessos da literatura, recomendamos que se inscreva no nosso canal do Telegram, no Youtube e nos siga no Instagram para não perder nenhuma publicação.

1 – A Arma Escarlate

A Arma Escarlate

A Arma Escarlate é o primeiro livro na ordem da saga escrita por Renata Ventura. Nesta narrativa, que se passa em 1997, a autora nos apresenta Hugo, um garoto de 13 anos que vive numa favela do Rio de Janeiro chamada Santa Marta. Como um típico jovem pobre no Brasil, mesmo que tenha pouca idade, já é bem vivido, pois lida com a realidade dura, com o descaso do governo para com os pobres e pode observar o tráfico bem de perto.

A problemática começa quando ele toma uma atitude completamente imprudente: Hugo resolve ajudar o chefão do morro da Santa Maria. Então, quando tudo dá totalmente errado, ele ganha um perigoso inimigo. Além disso, em meio a um tiroteio, o protagonista descobre que é um bruxo. Assim, recebe o convite para se matricular na Escola de Magia de Notre Dame do Korkovado.

Mesmo que ainda incrédulo, Hugo parte rumo à “Hogwarts brasileira” e deixa sua mãe e sua avó para trás. Mas que escolhas ele teria depois de arrumar problema com o “bicho-papão” da sua quebrada?

Em um mercado de bruxos, o menino, ainda ferido, encontra uma arma mágica; trata-se da varinha escarlate, feita de um fio de cabelo do curupira, que o escolheu para possuí-la. Assim, sua nova escola é a esperança da vida de Hugo, que agora vai tentar aprender o máximo de magia e depois voltar para enfrentar os bandidos que ameaçam sua família.

2 – A Comissão Chapeleira

A Comissão Chapeleira

Este é o segundo a ordevolume da ordem de livros de A Arma Escarlate. Em A Comissão Chapeleira, Hugo está indo para seu segundo ano letivo na escola de bruxos do Rio de Janeiro. O Ano é 1998 e a trama desta narrativa apresenta um clima bem diferente do anterior; desta vez temos uma problemática de viés político.

Está em ano de eleição presidencial no Brasil mágico e, mesmo no mundo dos bruxos, as coisas neste caso não são assim tão diferentes do mundo normal. Há banners e propagandas de políticos por todos os lados. Muitos deles, um bando de hipócritas.

As eleições estão acirradas entre dois partidos pelo que indicam as pesquisas, mas um acontecimento deve mudar tudo. Terá sido um acidente ou um assassinato? O fato é que isso mudou completamente o rumo das coisas. O partido vencedor vem para instaurar a “ordem” no país; seja por bem ou por mal.

O novo governo da terra mágica deve alterar as coisas inclusive na própria escola de bruxos do Korkovado. Eles têm o que eles chamam de Comissão Para a Ordem e Moralidade Pública, e que Viny apelidou de Comissão Chapeleira. Eles invadem a escola com suas exigências de moralidade e decência.

Claramente, trata-se de um governo ditatorial e a liberdade de expressão, entre outros direitos, está ameaçada.

Mais uma trama de tirar o fôlego! Não pense que o prazer da leitura será prejudicado pelo fato da problemática política. Neste livro, acompanhamos Hugo em mais uma jornada perigosa e aventureira. E, claro, não podemos esquecer dos personagens secundários maravilhosos, como no caso dos pixies (Viny, Índio, Capi e Caimana), que fazem a alegria dos leitores.

3 – O Dono do Tempo | Parte 1

o dono do tempo

Este é o terceiro volume na ordem dos livros de A Arma Escarlate. O Dono do Tempo foi dividido em dois volumes, provavelmente, porque estava ficando grande demais para ser comercializado em um único material. Por isso, saiba que a nova trama que é iniciada na parte 1 só termina na parte 2.

Acompanhamos Hugo em mais um ano (1999) de sua vida conturbada — um pouco pelas circunstâncias e um pouco pelas suas atitudes erradas. Embora os pixies não tenham mais que se preocupar com a Comissão Chapeleira, os acontecimentos dos últimos capítulos renderam algumas consequências, como no caso de Capí, que ficou traumatizado depois dos episódios de tortura que sofreu. Além disso, Mefisto Brofonte e o Saci Peteca são grandes preocupações para o protagonista. 

Hugo, mesmo que ainda cometa muitos erros, está muito mais maduro. Agora, mais do que somente não querer cometer mais erros, ele quer fazer mais do que isso; e dará tudo de si nessa nova jornada.

O personagem principal vai embarcar numa aventura muito perigosa: ele sairá em uma excursão pela enorme e tenebrosa floresta amazônica. Um lugar mágico ao extremo! O tempo, definitivamente, não está do seu lado. E para sobreviver à vastidão verde, onde os pedidos de socorro não são ouvidos, Hugo precisará ter agilidade, astúcia e um coração de ferro.

4 – O Dono do Tempo | Parte 2

o dono do tempo 2

O protagonista, como sabemos, nunca foi um grande herói. Ao contrário disso, num passado próximo, tudo que ele fazia era tentar sobreviver da melhor forma possível pensando somente em si. Suas decisões eram sempre em benefício próprio.

Ele está em profundo arrependimento pelos seus atos egoístas e vaidosos que observamos no primeiro e no segundo livro da série. Então, pela primeira vez, ele arriscou sua vida por algo a mais do que si mesmo.

A floresta guarda muitos segredos e muitas surpresas estão à sua espera. E as surpresas podem ser cruéis!

Box com os 4 livros da saga A Arma Escarlate

ordem dos livros de a arma escarlate

Reunindo os quatro livros de uma das séries de fantasia brasileira mais amadas por seus leitores, o box A Arma Escarlate é uma joia imperdível da literatura nacional. Adquira seu box e leia a saga do “Harry Potter do Dona Marta” de uma vez.

Conclusão

Podemos dizer que Renata Ventura escreveu uma das melhores fantasias nacionais de todos os tempos. A saga de A Arma Escarlate une elementos que costumamos ver nas fantasias universais mais conhecidas com características da cultura brasileira. Inclusive com referências ao folclore. Isso é fantástico!

Apesar de, claramente, ser muito inspirada na saga Harry Potter, podemos apreciar uma grande originalidade na obra como um todo — na criação dos personagens, enredos, ambientações, etc.

É uma excelente recomendação de leitura. Corra e adquira os seus livros.

Gostou de conhecer a ordem dos livros de A Arma Escarlate? Veja outros posts relacionados aqui do blog!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.