Drácula de Bram Stoker

Drácula de Bram Stoker: A Origem Dos Vampiros [Resenha]

[cn-social-icon]

O livro Drácula de Bram Stoker é um romance gótico escrito em 1897. A obra conta a história do Conde Drácula, um vampiro que procura expandir sua influência em Londres. O protagonista, Jonathan Harker, viaja para a Transilvânia para negociar uma venda de terra com Drácula, mas acaba preso na fortaleza do conde. Lá, ele descobre a verdadeira natureza do conde e escapa, mas é gravemente ferido.

De volta para Londres, Harker se casa com sua noiva, Mina, e juntos eles investigam o paradeiro de Drácula. Enquanto isso, Drácula começa a se alimentar de mulheres da sociedade londrina e sua influência sobre eles começa a aumentar. Quando Mina é sequestrada, Jonathan, Van Helsing, um especialista em vampiros, e outros amigos unem forças para encontrá-la e derrotar Drácula.

A jornada do grupo leva-os de Londres à Transilvânia, onde eles enfrentam desafios e perigos para alcançar sua missão. No final, eles destroem Drácula e salvam Mina. O livro explora temas como o amor, a amizade, a fé e a luta contra o mal.

O livro foi um sucesso de vendas quando foi publicado e tem sido amplamente adaptado para o teatro, cinema e televisão. É considerado um clássico da literatura gótica e uma das obras mais influentes da cultura popular moderna. A figura de Drácula é frequentemente associada ao vampirismo e se tornou um símbolo da mitologia popular.

Além de ser uma história de terror, Drácula é também uma reflexão sobre a natureza humana e o lado sombrio da sociedade. O livro apresenta personagens complexos e conflitos internos que exploram questões éticas e morais. A escrita de Stoker é sombria e a atmosfera é intensa, criando uma tensão constante ao longo da história.

Drácula é uma obra de literatura gótica clássica que conta a história de um vampiro que ameaça a sociedade londrina. O livro explora temas como o amor, a fé e a luta contra o mal, e apresenta personagens complexos e conflitos internos. A escrita de Stoker é intensa e cria uma atmosfera sombria que é a marca registrada da obra.

>>> Abaixo você vai conferir mais da nossa resenha de Drácula. Mas antes, gostaria de convidar para nos seguir também no YouTubeTelegram e Instagram, redes nas quais você terá acesso a textos como esses e também diversos outros guias de leitura postados diariamente aqui no blog! Caso queira adquirir o livro, você ajuda o blog ao comprá-lo por esse link

A Jornada Até a Transilvânia

Jonathan Harker, um jovem advogado inglês, tem a missão de viajar para a Transilvânia para ajudar o Conde Drácula a comprar propriedades na Inglaterra. A princípio, ele acredita que sua jornada será sem problemas, mas logo descobre que coisas estranhas estão acontecendo em seu caminho.

Durante sua viagem, ele se hospeda em uma hospedaria mal-assombrada, onde é perseguido por uma mulher misteriosa e tem visões perturbadoras. Além disso, ele também enfrenta uma ameaça constante de segurança, com bandidos tentando atacá-lo no caminho.

Finalmente, Jonathan chega ao castelo do Conde Drácula e é recebido com hospitalidade. No entanto, ele logo descobre que o Conde é na verdade um vampiro, e que ele está preso no castelo. Jonathan luta para escapar da prisão e enviar uma carta de aviso para sua noiva, Mina Harker, sobre o perigo que ele enfrentou.

A Tomada de Consciência

Ao longo de sua estadia no castelo, Jonathan também descobre informações aterradoras sobre o passado do Conde e sua verdadeira natureza sombria e perigosa. Ele tem que lidar com a falta de recursos e um ambiente desconhecido, tentando ao mesmo tempo encontrar uma maneira de escapar do castelo.

Jonathan Harker descobre que o Conde Drácula é um vampiro ao vê-lo se alimentar de uma jovem mulher e depois vê-lo dormir em um caixão com sangue ao seu redor. Além disso, ele também descobre que Drácula tem a habilidade de mudar de forma, se transformando em uma morcela, e que é imortal. Ao ler diários antigos na fortaleza de Drácula, Harker aprende ainda mais sobre a verdadeira natureza do vampiro e sobre sua luta contra a Igreja. Tudo isso ajuda a confirmar sua suspeita de que Drácula é, de fato, um vampiro.

Finalmente, Jonathan consegue escapar do castelo com a ajuda de um grupo de caminhantes. Ele retorna para a Inglaterra, com a esperança de avisar os outros sobre o perigo representado pelo Conde Drácula e proteger aqueles que ama.

Sua jornada para a Transilvânia é marcada por perigos, desafios e descobertas aterradoras, mas também por coragem, perseverança e amor verdadeiro. Jonathan Harker é um personagem fundamental na história de Drácula, e sua jornada é um elemento importante na construção da trama sombria e assustadora do livro.

drácula

A Noiva de Harker

A noiva de Jonathan Harker, Mina Harker, é uma jovem inteligente e corajosa que trabalha como governanta. Ela é descrita como uma mulher forte e dedicada, e seu relacionamento com Jonathan é retratado como um amor verdadeiro e apaixonado.

No decorrer da história de Drácula de Bram Stoker, Mina é envolvida na busca para derrotar o Conde Drácula e proteger seu noivo, Jonathan. Ela age como uma investigadora dedicada, ajudando a coletar informações sobre o paradeiro do vampiro e seus planos malignos.

Mina é também retratada como uma mulher decidida e corajosa, disposta a enfrentar qualquer desafio para proteger aqueles que ama. Ela é vista como uma figura importante na trama do livro, representando a força e determinação da mulher no século XIX.

Ao longo da história, Mina também é retratada como sendo ameaçada pelo Conde Drácula e enfrentando desafios sombrios e aterradores, mas sempre encontrando uma maneira de superar as dificuldades. Ela é uma personagem central na história de Drácula, e sua jornada para proteger seu noivo e derrotar o Conde é um elemento importante na construção da trama sombria e assustadora do livro.

Conhecendo Van Helsing

Van Helsing é um personagem importante no livro Drácula de Bram Stoker. Ele é retratado como um médico e estudioso da ciência, com amplo conhecimento sobre as criaturas sobrenaturais e o vampirismo.

Van Helsing se junta a Jonathan Harker e a outros personagens na luta contra o Conde Drácula quando é chamado para examinar uma jovem que foi mordida por um vampiro. Ele logo descobre que o vampiro é, na verdade, Drácula, e que a jovem é uma das muitas vítimas do vampiro sanguinário.

Van Helsing se torna um aliado valioso na jornada dos personagens para derrotar Drácula, usando sua vasta experiência e conhecimento para guiá-los através dos perigos e desafios que enfrentam. Ele é retratado como sendo corajoso e determinado, disposto a enfrentar qualquer desafio para proteger aqueles que ama e derrotar o mal.

Em resumo, Van Helsing é um personagem importante no livro “Drácula”, retratado como um médico e estudioso da ciência com amplo conhecimento sobre as criaturas sobrenaturais. Ele se junta aos personagens na luta contra o Conde Drácula como um aliado valioso e corajoso, usando sua experiência e conhecimento para guiá-los na jornada perigosa para derrotar o vampiro.

Quem matou o Conde Drácula?

No livro Drácula de Bram Stoker, o Conde Drácula é finalmente derrotado e morto por um grupo de personagens liderados por Jonathan Harker e Van Helsing. Juntos, eles perseguem Drácula até sua fortaleza na Transilvânia, onde enfrentam o vampiro em uma batalha épica.

Ao longo da jornada, eles aprendem as fraquezas do vampiro e desenvolvem um plano para derrotá-lo. No final, eles conseguem atravessar as defesas de Drácula e chegar até ele, onde o confrontam e o matam.

A morte de Drácula é retratada como o resultado de um esforço coletivo dos personagens, que juntam suas habilidades e coragem para enfrentar o vampiro sanguinário e proteger aqueles que amam. É uma vitória épica sobre o mal que é um símbolo da determinação e coragem humana.

Como o Drácula virou um vampiro?

Na história de Drácula de Bram Stoker, a transformação do Conde Drácula em vampiro é retratada como um resultado de sua escolha em aderir a uma prática sombria e maligna conhecida como vampirismo. Ele é retratado como um homem desesperado e insaciável, disposto a qualquer coisa para prolongar sua vida e seu poder.

Na história, Drácula é descrito como tendo sido mordido por um vampiro durante uma batalha, e ter escolhido abandonar sua humanidade e se tornar um vampiro também. Ele passa a ter poderes sobrenaturais, como a capacidade de se transformar em morcegos ou névoa, e a habilidade de controlar a mente de outras pessoas.

Drácula também é retratado como tendo que se alimentar de sangue humano para sobreviver, e como sendo imortal, a menos que seja morto de uma maneira específica. Ele passa a ser visto como uma ameaça sombria e perigosa, perseguindo vítimas para se alimentar e expandir seu poder e influência.

Qual é a Verdadeira História do Drácula?

A verdadeira história do Drácula é controversa e envolve mistérios e lendas. A figura conhecida como Conde Drácula é amplamente associada a Vlad III, o Príncipe da Valáquia, também conhecido como Vlad, o Empalador. Vlad III governou a Valáquia (atual Romênia) no século XV e é conhecido por sua crueldade e violência.

Contudo, é importante notar que muitas das histórias e lendas associadas a Vlad III são exageradas e provavelmente foram inventadas posteriormente. Bram Stoker, o autor de “Drácula”, escreveu o livro como ficção, inspirado em várias fontes, incluindo lendas, folclore, histórias verdadeiras, e sua imaginação.

Personagens Principais e Secundários

Abaixo, você irá conhecer os principais personagens do livro Drácula de Bram Stoker. Eles trabalham juntos para derrotar o vampiro sanguinário e proteger aqueles que amam.

  • Jonathan Harker: um advogado que viaja para a Transilvânia para lidar com negócios para o Conde Drácula e acaba preso pelo vampiro.
  • Mina Harker: a noiva de Jonathan Harker, que se junta a ele na luta contra o Drácula.
  • Van Helsing: um médico e estudioso da ciência que se junta aos personagens na luta contra o Drácula.
  • Arthur Holmwood: um amigo de Jonathan Harker que se junta a ele na jornada para derrotar o Drácula.
  • Dr. John Seward: o diretor do hospital psiquiátrico de Renfield, que se junta aos personagens na luta contra o Drácula.
  • Renfield: um paciente de Dr. Seward que tem uma ligação sinistra com o Drácula.
  • Conde Drácula: o vampiro principal, retratado como sanguinário e ameaçador.

Por Que Ler Drácula?

Drácula de Bram Stoker é considerado um clássico da literatura de terror e é uma leitura importante devido a sua inovação, suspense e medo, personagens complexos, temas universais, e influência na cultura popular. Ele é amplamente creditado como sendo um dos primeiros livros a apresentar o mito moderno dos vampiros

A escrita de Stoker é hábil em criar tensão e suspense, fazendo com que o leitor experimente medo e apreensão ao longo da história. Além disso, os personagens são ricos e complexos, oferecendo uma variedade de perspectivas e emoções para o leitor. O livro aborda temas universais, como o bem versus o mal, amor e coragem, e luta contra o medo, e é amplamente influente na cultura popular, tendo sido adaptado para filmes, séries de televisão, jogos, e muito mais. 

Conclusão do Resumo de Drácula

Drácula é uma obra importante na literatura mundial por ser uma das primeiras obras a apresentar o mito moderno dos vampiros, ser um dos livros mais influentes do gênero de terror, ter uma influência duradoura na cultura popular, abordar temas universais relevantes hoje em dia, e ter um estilo de escrita memorável e influente. 

A obra também é uma leitura importante por ser uma obra inovadora, cheia de suspense e medo, com personagens complexos, abordando temas universais, e tendo uma influência duradoura na cultura popular.

Gostou da nossa resenha de Drácula de Bram Stoker? Veja também outros artigos recentes do blog.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *